Cambará do Sul

Destino: Cambará do Sul


Cambará do Sul é um pequeno município famoso por abrigar algumas das paisagens mais bonitas do Rio Grande do Sul – os canyons Itaimbezinho e Fortaleza. Por vezes chamado de a Terra dos Canyons e Cidade do Mel, também tem fartura em lã, leite, batata e gado.

O melhor de Cambará do Sul é contemplar a natureza ou se aventurar nas trilhas mais pesadas. O pior só é ruim para quem está acostumado com cidade grande, afinal, nada abre aos domingos e feriados.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

Estado em alerta com bandeiras vermelhas e laranjas para Covid-19. Vermelha significa estabelecimentos não essenciais fechados. Enquanto laranja permite serviços atendendo com metade da capacidade para evitar aglomerações.

Nota do editor: aqui no Territórios, nossa prioridade é fornecer aos leitores as informações necessárias para tomar decisões sobre viagens, além de inspiração e conhecimento. Este não é o melhor momento para turismo presencial, mas estamos compartilhando dicas que podem ser úteis em viagens essenciais que precise fazer.
De qualquer forma, pode ser agradável planejar uma viagem futura ou aprender algo lendo nossas experiências. Continue conosco.

Veja abaixo o que precisa saber antes de partir. As informações serão atualizadas sempre que houver novas viagens e posts. Quer enviar a sua dica? Deixe no comentário que atualizaremos com os devidos créditos.

quero dicas do Brasil
https://www.instagram.com/p/z1C0xtL-QP/
Arco-iris no Fortaleza
Arco-iris no Fortaleza

 

No Fortaleza, o canyon que eu mais gosto na cidade
No Fortaleza, o canyon que eu mais gosto na cidade

Como chegar e circular

O aeroporto mais próximo fica a 134 km, em Caxias do Sul, entretanto, a porta de entrada para quem visita o Estado pela primeira vez é Porto Alegre, distante 184 km. Existem ônibus partindo dessas cidades, mas não é o transporte recomendado pelos horários restritos e tempo de viagem, estimado em 6 horas.

O indicado é alugar um carro ou contratar transporte com empresa especializada na região com a oferecida no site da TourOn. Partindo da capital, a RS 020 é a estrada mais curta e asfaltada até Cambará do Sul.

As principais atrações, e algumas pousadas, ficam afastadas do centro da cidade e nem sempre tem transporte público. A melhor opção é estar de carro ou contratar os passeios com as agências locais.

O que fazer em Cambará do Sul

Conhecer os canyons, aproveitar o aconchego das pousadas e se deliciar nos restaurantes tradicionais. O canyon mais famoso é o Itaimbezinho, distante 18 km por estrada de terra, contudo, o mais bonito e profundo é o Fortaleza, distante 22 km também por estrada de terra. Um final de semana é o suficiente para explorar a cidade, mas a região Aparados da Serra oferece atrações para ficar mais tempo. Veja o roteiro de 5 dias.

Galpão Costaneira, restaurante tradicional
Galpão Costaneira, restaurante tradicional

Quando ir

Todas as épocas são boas, desde que não chova. No inverno a visibilidade é melhor e existe a possibilidade de ver neve ou geada. Ou seja, o frio pode ser congelante. No verão a paisagem exibe cores mais vivas e alguns passeios incluem banhos de cachoeiras. Nos meses mais quentes a névoa ocorre com frequência, deixando a paisagem especial. No outono e primavera as temperaturas são mais agradáveis. Por outro lado, o clima pode mudar a qualquer momento para melhor ou pior. Final de setembro acontece o festival Revolução da Culinária Farroupilha para hóspedes do Parador Casa da Montanha.

Onde ficar

São diversas opções para todos os gostos e bolsos. Já experimentei a simples Pousada PÔR-DO-SOL e o luxuoso PARADOR CASA DA MONTANHA. Na primeira, éramos 6 amigos dividindo o mesmo quarto em busca de cama confortável e café da manhã. A localização central facilita para quem está de carro e cada dia quer ir para um lado.

Já o Parador Casa da Montanha é fora da cidade e oferece algumas experiências que conto no post Acampamento de luxo.

Suíte do Parador Casa da Montanha
Suíte do Parador Casa da Montanha

Arredores

Cambará fica na divisa com Santa Catarina e pode estar nas rotas do litoral catarinense, da Serra do Rio do Rastro, dos Campos de Cima da Serra, da Serra Gaúcha e da praia de Torres, a mais bonita no litoral gaúcho. Sem esquecer da capital Porto Alegre.
Quem busca aventura e maior interação com a natureza, deve passar uns dias em Praia Grande, o município catarinense é ponto de partida para as trilhas por dentro dos canyons como a Trilha do Rio do Boi ou Interior do Malacara.

Outros destinos visitados no Rio Grande do Sul:

Cassino, a maior praia do mundo e a vizinha São José do Norte, onde a BR 101 termina, são o litoral sul do Estado. Na mesma zona das cidades da Rota Farroupilha que oferecem boa culinária, tradição e cultura, além da proximidade com a fronteira e seus free-shops.

Fotos de Leandro Gabrieli e Roberta Martins.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

quero dicas do Brasil
Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 13 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta