Entre tantas viagens a negócios que estive fazendo, esta foi reservada para passear. O final dela foi em fevereiro, mês em que os chineses comemoram o ano novo Chinês. Uma excelente época para conhecer esse país. Mesmo com voos e hotéis lotados, merece a visita. Conheci o sul da China e foi possível visitar Macau e Hong Kong, pois ambas cidades estão há uma distância de aproximadamente duas horas em Ferry Boat.

Atenção! China não está permitindo a entrada de turistas no país.

Nota do editor: Este não é o melhor momento de viajar para fora do Brasil, mas pode ser agradável planejar uma viagem futura ou aprender algo lendo nossas experiências. Continue conosco!

Hong Kong e Macau

Por Augustin Caceres ℹ︎

As opiniões expressas pelos viajantes colaboradores são próprias e nem sempre refletem o pensamento do Territórios. Conheça o autor ou deixe um comentário.

receba dicas da ásia por email

Hong Kong

Baía de Hong Kong na comemoração da passagem do ano novo
Baía de Hong Kong na comemoração da passagem do ano novo

Hong Kong é um espetáculo com seus arranha-céus, sua história, suas passarelas e escadas rolantes. Foi o que vi de mais desenvolvido em minhas viagens no que se refere a transporte público. Sai do avião e cheguei ao hotel andando sem pegar um degrau sequer, você pode arrastar sua mala de rodinhas sem problemas. O aeroporto é muito moderno e planejado, você já sai do avião direto para dentro do trem que leva ao centro e na estação central de trens, você pega as Central Scalators e vai subindo até o topo do SoHo, bairro onde me hospedei.

Milhões de pessoas voltando das compras no último dia útil do ano em Hong Kong
Milhões de pessoas voltando das compras no último dia útil do ano em Hong Kong
Vista de Hong Kong desde o pico onde se vai em bondinho. O edifício mais alto é o arranha-céu TWO
Vista de Hong Kong desde o pico onde se vai em bondinho. O edifício mais alto é o arranha-céu TWO

Soho é o bairro ao redor da rua South Hollywood, onde fica a região de bares e restaurantes. Tudo muito legal em estilo britânico. Indico o passeio de bondinho para subir ao topo da montanha e ver a paisagem de lá, ir ao Museu do Chá, passear pelos arranha-céus – o do HSBC e o complexo ONE e TWO são os que mais chamam a atenção.

Também ir ao mercado, na região sul da ilha, para comprar curiosidades chinesas e conhecer as praias. Neste mercado, o mais legal são as pinturas chinesas que eles fazem em série e vendem baratinho, você consegue achar coisas bonitas. Vale a pena também pegar o passeio de Ferry que faz o centro de Hong Kong até Kowloon que é uma das melhores opções para ver o perfil da cidade vista da baia e custa baratinho pois é transporte público, mas não deixe de andar nos táxis que são uns carrinhos vermelhos dos anos 80 todos iguais. Lá se dirige ao contrário, influência inglesa.

Vista aérea do centro financeiro de Hong Kong
Vista aérea do centro financeiro de Hong Kong

Tudo muito organizado, tudo bem primeiro mundo, como a grande maioria das colônias britânicas e ao lado está Macau, onde podemos comparar bem Hong Kong com a colonização e influência portuguesa. Hong Kong é limpa, moderna, bem sucedida, imponente, mas deixa a desejar nos quesitos romantismo, história e aquelas coisas que sobram nas colônias portuguesas por aí.

Tours e experiências

Clique aqui se as imagens não aparecem no seu celular. Será direcionado para site parceiro do Territórios.

Artesanato gigante em Macau
Artesanato gigante em Macau

Macau

Ruínas da Catedral de São Paulo em Macau decoradas para as olimpíadas
Ruínas da Catedral de São Paulo em Macau decoradas
para as olimpíadas

Macau é muito bonita. A parte mais impressionante é a Igreja que está no topo da principal montanha. Um resquício da colonização portuguesa na Ásia, uma das mais antigas influências europeias na região. Tem afrescos onde se nota a miscigenação da religião budista com a religião cristã: interessantíssimo. De lá se tem uma vista incrível da cidade. O centro lembra o Brasil, com suas construções históricas barrocas, calçada em pedra branca e preta portuguesa e o amontoado de prédios antigos, meio largados, sujos. A região onde estão os restos da Catedral de São Paulo é linda, com as lojas, a escadaria e onde podem-se saborear diversos doces e salgados que misturam a culinária chinesa com a portuguesa, mais uma vez: interessantíssimo.

Existe uma quantidade enorme de cassinos em Macau (leia o texto específico no link), onde se destacam os tradicionais e o mais recente The Venetian que é uma reprodução mais gigante ainda do original em Las Vegas, ambos inspirados em Veneza, na Itália. Não curto muito, mas não deixa de ser interessante esses gigantes da modernidade. Outra curiosidade é conhecer o Canidromo, onde fazem corridas de cachorros.

Um dos cassinos mais famosos de Macau, o que tem o maior diamante do mundo em exposição
Um dos cassinos mais famosos de Macau, o que tem o maior diamante do mundo em exposição

Detalhe de telhado chinês com Xiamen ao fundo
Conheça outros destinos na China:
+ Gulangyu Island
+
Jinshaling
+
Pequim
+
Shangaí
+
Tangshan

Tome Nota Hong Kong e Macau

Ferry que faz a ligação da parte continental de Hong Kong com a ilha.

Ferry que faz a ligação da parte continental
de Hong Kong com a ilha.

Quanto tempo ficar: sugiro ficar uma semana em Hong Kong e uma semana em Macau, pois há muito para fazer e conhecer.

Reserve hotel em Hong Kong ou Macau pelo Booking.com.

Como ir de Macau a Hong Kong
: Você pega o Ferry no centro de Hong Kong e chega no porto de Macau. Muito fácil e tudo explicado em inglês e português, devido à grande quantidade de turistas estrangeiros.

Vista de Macau desde o topo da única montanha da cidade
Vista de Macau desde o topo da única montanha da cidade

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » CHINA » HONG KONG » Ano novo em Hong Kong e Macau

ÁSIA: PAÍSES VISITADOS

dicas da asia por email

O T de madeira é a mascote que viaja com a Roberta em busca de experiências. Já passou por todos os continentes e mostra por aqui cenários e dicas para inspirar a sua viagem. Saiba por onde andou o T. Se gosta das fotos do Tesão, siga @tesaoporviajar no Instagram.

Author Augustin Tomas o'Brien Caceres

Criado em uma família onde se falava espanhol, português, portunhol, italiolo e algo de inglês. Sempre se interessou por outros idiomas e hoje mora nos Estados Unidos e trabalha com comércio internacional na LE Group Industries.

7 Comentários

  1. Agustin Tomas Caceres Responder

    oi Leda! O melhor lugar para compras eh, sem sombra de duvida, Hong Kong.

    Em Macau, voce vai encontrar mais curiosidades e artesanatos proximo a Catedral de Sao Paulo.

    Ja em Hong Kong, voce tera diversos lugares para comprar desde eletronicos, roupas, ate souvenirs.

    Souvernirs voce encontra no Stanley Market, que fica na ilha, e na Women’s Street, em Kowloon. Proximo a Women’s Street, tem muitas lojas eletronicos paralelas, mas vc tem que testar tudo antes de comprar.

    Lojas voce tem diversas no centro de Kowloon, no continente, e nas galerias da regiao proxima ao Soho, pela

    No Soho, ha muitos antiquarios e galerias de arte.

    Atencao que o comercio fica todo fechado por uns 4 ou 5 dias durante o feriado de ano novo chines.

    Mas nao se iluda em achar pechinchas como em Miami, pois, apesar do mundo inteiro ser fabricado na China, os precos nao sao mais baratos la em funcao disso…

  2. Muito oportuno seu comentário,pois meu marido e eu estaremos indo em fevereiro para Hong Kon e Macau.Onde é melhor comprar?

  3. Hidiorges Moacyr Responder

    Parabéns. Adorei a matéria. Tri-legal. Um dia ainda quero conhecer esses lugares!

  4. É sempre bom ler, sobre lugares exóticos que, por hora, transitem fora dos roteiros já tradicionais de viagem. Uma dica inteligente, com locais privilegiados e belas imagens. E como diz um amigo:”Basta apenas se levantar e se mover (..)” Vlw !

  5. Maria Virginia de Sousa Lima Costa Responder

    Simplesmente f-a-n-t-á-s-t-i-c-o!!!! Um guia super descolado para as nossas proximas viagens! Vou indicar a toda a minha rede social!!!

    Parabens!!!!!

Deixe seu recado, escreva algo

Pin It