Me deparei com barulhinho de água, canto dos pássaros, carro de boi, história, comida boa e a maior concentração de ciclistas do Rio Grande do Sul em Lomba Grande, no Vale dos Sinos. Região que visito há anos e tinha deixado passar esse cantinho cheio de belas paisagens. Ainda bem que a amiga Cinara Vila recomendou.

O texto continua após os serviços recomendados.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

Ingressos e passeios na Serra Gaúcha

Alugue um carro e rode pelas estradas gaúchas com maior liberdade

Acesso rápido: O que é Lomba Grande | O que fazer | Onde dormir | O que levar | Onde comer | Como chegar | Galeria de fotos |

Lomba Grande é a zona rural de Novo Hamburgo, seu maior e mais antigo bairro. Os primeiros moradores vieram da vizinha São Leopoldo durante o início da imigração alemã no século XIX. Eles buscavam montanhas e ali é exatamente onde começa a Serra do Mar. Oportunidade de respirar ar puro e praticar atividades em meio a natureza, além de comprar direto dos produtores locais. 

A palavra lomba grande pode ter diferentes significados conforme o seu estado, no Rio Grande do Sul lomba é um ponto com subida ou descida íngreme, portanto um lugar chamado Lomba Grande é cheio de aclives e declives para dar aquele frio na barriga.

O que fazer em Lomba Grande

Para começar, experimentar o turismo rural e gastronômico. Embora seja zona rural, o centro do bairro (principalmente na rua João Aloysio Algayer) tem boa estrutura comercial e fica a poucos minutos da tranquilidade do campo ou diversas opções de lazer e hospedagem. Não deixe de conversar com os locais, provar a cuca e tomar caldo de cana entre as atividades que indico a seguir.

Ciclistas prontos para o passeio de bicicleta em Lomba Grande
Prontos para o passeio de bicicleta

Andar de bicicleta

Lomba Grande é ótimo para começar no esporte pela variedade de terrenos desde os fáceis aos difíceis, além de fazer parte do Circuito Cicloturismo Rota Romântica e Vale Germânico.

A pandemia me deixou fora de forma e senti o peso das lombas com aclives leves, mas deu para fazer os 9 km no passeio da Pedalando no Sul. Saímos do Sítio da Bike em direção ao centro, paramos da feirinha de antiguidades e voltamos descendo uma lomba digna do nome do bairro. Já subir é para os fortes ou com treino em dia, não para mim, por enquanto.

O ideal é levar a sua bike, se não tiver como eu, Pedalando no Sul promove passeios, aluga equipamentos e bicicletas para terrenos difíceis e até elétricas. Apenas a idade é a partir de 14 anos. Conheça os roteiros no @pedalando_no_sul no Instagram ou pelos fones 54 99217.3088 e 51 99353.8663.   

Cachoeira do Jacó em Lomba Grande
Cachoeira do Jacó

Descobrir cachoeiras

São várias cachoeiras perfeitas para explorar enquanto faz trilha ou pedala, muitas ficam perto da estrada de terra como a Cachoeira do Jacó, a única que visitei, por enquanto. Algumas estão no Google Maps, outras só falando com os locais ou se localizando pela intensidade do barulho da água.

Comprar direto do produtor rural

Seja uma banca na estrada abarrotada de uvas, nos sítios, padarias e mercados, não faltam lugares para comprar produtos regionais fresquinhos. 

A Tenda foi a parada para pegar água quente para o chimarrão e biscoitos caseiros para o lanche da trilha. Então já estava eu na cozinha pegando água quente da chaleira e batendo papo com o atendente. É um mercado com diversos produtos e mesas ao ar livre para sentar, comer algo e tomar um caldo de cana com limão feito na hora (só ele já vale a parada para se refrescar). Vale passar ali antes ou depois do passeio.

Onde: rua João Aloysio Algayer, 4570.

O Vale dos Sinos têm as melhores cucas já experimentadas por mim e a Casa das Cucas está entre as mais saborosas (principalmente sabor doce de leite). Uma mesa na entrada oferece diversos sabores e quando está desfalcada, tem mais nas prateleiras. A fornada saí às 16h e pegar ela quentinha é ainda mais especial. Também é padaria com variedade de pães, chimias, nata e cueca virada.

Onde: rua João Aloysio Algayer, 3800.

Floricultura Bio Garden no centro de Lomba Grande
Jardim na entrada da Floricultura Bio Garden

Bio Garden é uma floricultura em construção, tanto que ainda nem tem presença digital ou achei um endereço, mas é fácil encontrar seguindo pela rua João Aloysio Algayer. Tem um domo de plástico branco e vários cantinhos instagramáveis. Dentro fica melhor ainda. Tem uma família de basset dachshund e um deles ficou pedindo carinho tocando na minha perna antes mesmo de eu interagir com ele. Está aberta ao público vendendo pães e cucas, além das plantas.

Desfrutar de sítios e balneários

A propriedade de um casal triatleta chamada Sítio da Bike, já dá uma ideia do que esperar. Alexandre e Luiza Saft criaram um ponto de encontro para ciclistas na região. Têm loja especializada no esporte, trilhas, pistas sinalizadas, espaço para eventos com churrasqueiras e estrutura com serviços, vestiário e duchas para aquela parada estratégica durante o pedal.

Mesa com frutas e água saborizada
Mesa com frutas e água saborizada disponíveis aos visitantes do Sítio da Bike

Pode passar o dia e alugar bicicletas, apenas durante a pandemia eles acabaram vendendo as disponíveis para locação pela alta demanda, então leve a sua ou informe-se com eles mesmos para saber onde alugar.

Onde: Estrada do Quilombo, 2460. Acompanhe os eventos no perfil @sitio_da_bike do Instagram

Roberta Martins sentada em cadeira de balanço no jardim
Jardim da Estalagem Pastoreio onde o cardápio fica disponível por QR-code na árvore

A Estalagem Pastoreio é um empreendimento novo com refeições, hospedagem, passeios a cavalo ou bicicleta, trilhas curtas (2 km), lojinha, áreas de descanso e uma capela com história que escutei do proprietário.

Clau Kühn buscava tijolos antigos e encontrou em um mosteiro em demolição. Na época a sua esposa sonhou com uma mulher dizendo que iria ficar sem casa e naquele mesmo dia encontraram a imagem de uma santa quebrada no antigo mosteiro. Era Santa Teresinha, de 1920, feita em pó de mármore e resina. A família entendeu o sonho como um sinal, restauraram a santa e hoje a capela é dela construída com os mesmos tijolos da sua antiga morada e decorada com afrescos do artista argentino Jose A Cuña, onde os rostos dos anjos na pintura são dos filhos e netos de Clau.

Onde: Dealmo Winter, 800. Abre diariamente a partir das 9h para café da manhã e visita à propriedade, mas é sempre bom ligar antes porque pode ter eventos privados. Almoço e jantar com culinária contemporânea internacional é mediante reserva pelo fone 51 3600.8283. 

Não cheguei a visitar os balneários, mas vi várias placas pelas estradas. Soube que oferecem áreas de lazer com piscina para passar o dia ou acampar, alguns têm cabanas e atividades de turismo rural. É onde os moradores de Novo Hamburgo se refrescam no verão.

Feira de Antiguidades em Lomba Grande
Feira de Antiguidades acontece um vez por mês

Voltar ao passado 

Desde construções históricas do início da imigração alemã até uma feira de antiguidade embaixo de uma figueira enorme, Lomba Grande também é ótima para os nostálgicos.

Um domingo por mês acontece a Feira de Antiguidades promovida pela Geschaft House e Jefinho Antiguidades. É charmosa e ao ar livre, um corredor gramado é decorado criando cenários pedindo para serem fotografados. Logo após a curva no final do terreno, uma figueira que deve ser centenária, no mínimo, dá sombra as bancas vendendo de tudo um pouco.

Onde: rua João Aloysio Algayer,1542. Confirme a data pelas redes sociais @jefinho.antiguidades ou @geschafthouse.

Lomba Grande: Airbnb e pousada

Suíte da Schmitt House, em Lomba Grande
Suíte da Schmitt House

Se hospedar pelo Airbnb pareceu a melhor opção em Lomba Grande, e os anfitriões Luis Claudio e Thais Schimitt foram os primeiros a me apresentar o bairro e suas casas onde os hóspedes são recebidos com cuca. As propriedades ficam em condomínios fechados com muito verde, vista e ar puro. A mais concorrida é a casa onde moravam: Schmitt House acabou virando casa de campo quando não há hóspedes e eles se mudaram para outro local para investir no negócio de hospitalidade. 

A casa é espaçosa e muito bem decorada. Dá para ver o pôr do sol na varanda, fazer as refeições ao ar livre e explorar as trilhas e cachoeiras do condomínio. Um vale rodeado por montanhas, tranquilidade e belas paisagens.

A Estalagem Pastoreio oferece casas temáticas por país, ou continente, acomodando até 6 pessoas. A decoração da Turquia é maravilhosa e a vista de todas é relaxante. Durante a minha visita, a cabana África estava pronta e Uruguai em construção, assim como a área reservada para mais 10 cabanas no futuro. A piscina com um lindo paisagismo é somente para hóspedes. 

RESERVE NO BOOKING

Casa Turquia da Estalagem Pastoreio
Casa Turquia da Estalagem Pastoreio

Onde comer em Lomba Grande

A parada para repor as energias após a trilha ou pedal é no Café Colonial Lomba Grande. A mesa farta é composta por sucos naturais, fiambre, salgados, pães e doces em três opções: mini, completo e completo com vinho.

Mesa farta do Café Colonial Lomba Grande
Mesa farta do Café Colonial Lomba Grande

Fomos na mais abrangente para repetir à vontade, o banquete é servido na mesa e basta pedir para repor o que mais gostou. As tortas doces e frias ficam em um buffet ao lado.

Onde: rua João Aloysio Algayer, 3790. Funciona nos finais de semana e feriados entre 11h e 18 horas. De quarta a sábado é pizaria  Da Lomba no jantar.

Onde fica Lomba Grande e como chegar

Distante 15 km do centro de Novo Hamburgo pela estrada Leopoldo Petri ou 47 km de Porto Alegre pela BR-116, pode fazer um bate e volta da capital ou das principais cidades ao redor. Mas as opções de hospedagem são tão interessantes que vale passar uns dias e explorar todas as atividades com calma. O bairro Lomba Grande faz divisa com os municípios São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Sapiranga, Campo Bom, Gravataí e Taquara.

Há uma linha de ônibus Lomba Grande no transporte público de Novo Hamburgo, mas o melhor é ir de carro, pode alugar ou combinar com um motorista. Apenas fique ciente do possível problema na hora de voltar se depende de transporte por aplicativos, nem sempre terá sinal para chamar e é comum cancelarem quando se dão conta que o destino é Lomba Grande pelas estradas de terra, falta de sinalização e longas distâncias. Dá para ir facilmente, porém, na hora de voltar aconselho deixar combinado com alguém como fiz chamando a Start Mobilidade pelo telefone 51 98317.5192.

O que levar no passeio em Lomba Grande

Bicicleta, tênis para trilha, água, repelente e protetor solar. E o lanche, pegue em algum dos estabelecimentos que vendem produtos locais como os mencionados acima.

Fotos de Lomba Grande

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais. Fotos de Roberta Martins, Daniel Hunger e Deivid Schu.

O passeio de bicicleta e café colonial foram cortesia parte da fan press Vale Germânico.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » BRASIL » RIO GRANDE DO SUL » VALE DOS SINOS » Lomba Grande, você ainda vai ouvir falar desse lugar
quero dicas do Brasil

Cidades e parques visitados no RS:

Author Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

Deixe seu recado, escreva algo