Tag

INTERNACIONAL

Procurando
Escultura em Oslo

Cai em uma das capitais mais caras do mundo e arregalei os olhos ao ouvir os ingleses reclamando dos preços em Oslo enquanto arrumava minha cama no quarto do hostel. O que seria de mim vindo de um país com moeda cinco vezes mais desvalorizada que a deles! Pensei… mas não deixei as “Boas-vindas” negativas me abaterem. Ativei o modo econômico no cérebro e consegui fazer quase todos os passeios de graça. Deixo as dicas para economizar e o que fazer em Oslo sem gastar muitas coroas (coroa norueguesa é a moeda oficial da Noruega).

Lagarto encontrado nas dunas da Namíbia

Com altura de 300 / 400 metros as dunas da Namibia são consideradas as maiores por estarem no nível do mar e o volume ser somente areia, em outros lugares aparentemente maiores como no Peru, há rochas por baixo. Elas se concentram no extenso Namib–Naukluft, o deserto mais antigo do planeta apresenta dunas de 5 a 20 milhões de anos em alguns dos principais destinos turísticos do país como Sossusvlei, Costa do Esqueleto e Sandwich Harbour.

Caiaque em Tjörn

Com pouquíssimos dias de verão durante o ano, os suecos tratam de aproveitar muito bem os ambientes ao ar livre. Principalmente na costa banhada pelo mar de Kattegat que engloba o Arquipélago de Gotemburgo e a Costa Bohuslän até a fronteira com a Noruega. Em um passeio de um dia em Tjörn, pude experimentar um mix de atividades e atrações mais interessantes na região. Conto como foi a seguir além das curiosidades e dicas para visitar as ilhas.

Castelo em Amboise

Amboise está mais para um vilarejo, com cerca de 13 mil moradores, habitada desde o século I A.C., no Vale do Loire. Hoje é famosa devido aos seus castelos reais por onde passaram muitas personalidades, incluindo seu morador mais ilustre – Leonardo Da Vinci. Como 2019 marca o aniversário de 500 anos da morte do mestre renascentista, o ano é excelente para visitar a cidade e aproveitar os eventos especiais que celebram a data.

Maboneng

Voltei a Johanesburgo por um dia e uma noite e perguntei aos locais o que havia de novo. Museus, shoppings e restaurantes foram as respostas, alguns deles no bairro onde havia me hospedado na primeira visita a cidade. Decidi voltar lá e confirmar se Maboneng continuava descolado.


Para finalizar a série de artigos sobre turismo na Jordânia, deixo as dicas aos viajantes. A compilação de todos os questionamentos que me fazem, além de informações úteis e práticas para fazer um giro seguro pelo país.

Roberta Martins viajando sozinha pela Grécia. Em frente ao Partenon de Atenas

O primeiro dia foi andando sem rumo para me ambientar, fotografar e observar a rotina da capital. Esbarrei em várias ruínas e construções milenares sem saber sua origem, um fato positivo é não precisar pagar para entrar. Mesmo com grades, pode apreciar do lado de fora e comprar ingresso se ficar muito interessado, alguns são gratuitos. Outras descobertas despretensiosas foram os pontos altos para observar a cidade, ao mesmo tempo que me perdia, logo me encontrava ou ficava um tempo curtindo a paisagem como o momento do pôr do sol.

Bananas e chá de coco são da culinária típica na Indonésia

Bali foi o destino escolhido para pisar na Ásia e a primeira impressão foi decepcionante. Mas não desista do seu roteiro, nem de ler as dicas de turismo na Indonésia até o último parágrafo. Afinal, o erro foi meu ao criar uma enorme expectativa sobre uma ilha massivamente invadido por turistas. Percebi isso quando tive a oportunidade de voltar do jeito que eu mais gosto, acompanhada por locais e explorando destinos pouco conhecidos.

Pin It