DICAS AOS VIAJANTES

Turismo no Peru: dicas aos viajantes


Foram duas viagens intensas ao Peru somadas a algumas esperas no aeroporto de Lima durante conexões para outros destinos. Na primeira vez desbravei o sul do país por terra em 26 dias transformadores realizando meu primeiro mochilão com a amiga Vanessa Brentano. Na segunda teve melhor estrutura para explorar as montanhas mais altas, no norte. Deixo aqui as principais dicas para fazer turismo no Peru.

Texto continua após serviços. Links podem nos gerar comissão, mas você não paga nada a mais por isso.

Leia todos os artigos sobre o país

AGILIZE SUA VIAGEM
Saiba onde nos hospedamos

Agende passeios e transfer agora na Get Your Guide, Civitatis ou saiba como funciona

Por que ir para Peru?

Muitos fizeram essa pergunta na primeira viagem intrigados com a escolha, afinal havia tantos outros lugares interessantes no mundo em 2016. Eu dizia ser pela história, paisagens e a Trilha Inca. Nos últimos anos o país ganhou o gosto dos brasileiros também pela culinária e a cultura. Então o rosto de quem pergunta hoje ganhou um sorriso e vontade de viajar junto.

Muito além das atrações óbvias, Peru é um destino acolhedor e cativante pelos seus contrastes. Entre as extensões áridas do seu litoral e a umidade da região Amazônica, há os picos cobertos de neve com florestas nubladas, vales profundos, lagos serenos e cidades coloniais repletas de história. É um lugar onde o tradicional dos povos originais não se perde e sim interage com o contemporâneo e tem muito a ensinar aos viajantes.

O que fazer no Peru?

Há muito turismo no Peru, mas a escolha depende do seu estilo e preferências, deixo algumas sugestões para:

  • se aprofundar na civilização Inca e ter estrutura, Cusco é o lugar;
  • travessias longas com belezas naturais incríveis, Trilhas Inca;
  • conhecer uma cultura única que mantém suas tradições, lago Titicaca;
  • história, vulcões e avistar condores nos cânions, Arequipa;
  • gastronomia, Lima;
  • esportes de aventura, Huaraz;
  • natureza com poucos turistas, Amazônia peruana (ainda não fui!).

Os links acima levam para os meus relatos e a seguir dois roteiros feitos por mim:

26 dias entre Lima, Cusco, Machu Picchu, Puno e Arequipa

Meu primeiro roteiro tinha Trilha Inca como objetivo principal e os outros 20 dias foram definidos na hora, mas era temporada intermediária quando o país era mais barato e não recebia tantos turistas, hoje acho importante organizar as reservas com antecedência, principalmente nos atrativos mais concorridos.

Cheguei a Lima por uma noite e peguei o voo para Cusco, onde fiquei 7 dias explorando a região. Então iniciei a Trilha Inca Salkantay até Machu Picchu por 5 dias, sendo a última noite em pousada em Águas Calientes.

Na noite seguinte peguei ônibus noturno para Puno, passei o dia no Lago Titikaka e a noite outro ônibus leito para Arequipa, antes ainda sobrou tempo para passear no centro de Puno e jantar. O ônibus foi confortável e economizei com hospedagem. Foram 4 dias em Arequipa mais 3 dias em tour até o Vale del Colca. Então 24 horas em ônibus pela estrada Panamericana até Lima onde passei mais 2 dias antes de voltar ao Brasil.

Se tivesse mais tempo e dinheiro, gostaria de ter ido até a Bolívia, conhecer Copacabana e as outras ilhas do Titicaca. Também ficaria mais tempo em Lima.

Para um roteiro somente Cusco, Machu Picchu e Águas Calientes, 6 dias seria o mínimo sem trilha. Confira as regras para visitar o sítio histórico e programe-se. Nosso parceiro tem saídas Regulares – 7 DIAS/6 NOITES – Parte Terrestre, deixe o seu contato para saber mais.

6 dias em Huaraz e Lima

Cheguei a Lima por uma noite e tour rumo a Huaraz de ônibus na manhã seguinte. No caminho parada no sítio histórico Caral e pernoite nos arredores. Continuei pela estrada Panamericana até Huaraz onde permaneci por 1 noite e segui para o Parque Nacional Huascarán para 2 dias de trilhas com hospedagem próximo a capital. Mais uma noite em Huaraz e ônibus de volta a Lima para pegar o voo noturno de volta ao Brasil. Antes, a parada na estrada foi para almoçar em Barranca, no litoral.


Cidade Sagrada de Caral

+ Sabia que a civilização mais antiga das Américas fica no Peru?

Dá para ficar vários dias em Huaraz, depende de quais montanhas e sítios arqueológicos quer explorar.

Culinária é turismo no Peru

Peru é uma das minhas referências em comer bem na América do Sul. Além do ceviche e do pisco, é onde as influências europeias se mesclam às incas criando sabores especiais. Gosto tanto que tenho um texto dedicado a gastronomia do país.

Em uma mesa de madeira, prato com massas e bolinhos amarelos, outro com molho e dois copos com pisco amarelo, gelo e folha verde.
Receita inspirada na Amazônia em restaurante de Lima

Como chegar e circular

O voo direto mais curto do Brasil parte de São Paulo com destino a Lima com duração de 5 horas. As cias aéreas Latam, Boa, Aerolineas Argentinas e Sky oferecem voos diretos de algumas cidades do Brasil para Lima e Cusco. Para saber todas as rotas atuais, use um buscador de voo.

Outra alternativa leva 5 dias por terra, o ônibus da Companhia TransAcreana parte do Rio de Janeiro com destino a Lima. A linha cruza cinco estados brasileiros e sete peruanos, passando pela Amazônia e a Cordilheira dos Andes.

Há voos internos entre as principais cidades peruanas, mas viajar de ônibus é muito barato e confortável, ainda mais se for parando para visitar os lugares. No inverno, leve um saco de dormir e a melhor empresa ainda em funcionamento é Cruz del Sur.

Outra alternativa econômica, mas recomendada somente para distâncias curtas e quem tem muito espírito de aventura são as minivans coletivas, ou compartilhadas. As rotas são frequentemente gritadas pelo assistente do motorista. O mesmo assistente que segura as bagagens no teto para não caírem nos penhascos!

Hospedagem no Peru

A boa notícia para turismo no Peru é a isenção do imposto IVA de 18% para estrangeiros nos gastos com hospedagem. Para aproveitar o benefício é preciso apresentar o cartão de imigração e passaporte, mas a viagem não pode durar mais de 59 dias.

Quanto as recomendações, deixo os hotéis onde me hospedei na última viagem com link para o Booking.com:

Quarto de hotel com vista para o mar. Turismo no Peru
Hotel com vista para o mar em Lima

Já minha experiência no sul faz anos e foi bastante econômica, talvez não combine com o seu estilo. Por outro lado, as resenhas nos sites de reserva continuam boas para:

É seguro ir ao Peru?

Antes de viajar ouvi coisas terríveis sobre a segurança no Peru, pois, me senti muito segura durante todas a viagem. Obviamente tomei alguns cuidados assim como tenho na minha cidade ou viajando pelo Brasil como levar sempre comigo os objetos de valor, celular e documentos na pochete interna e cuidar onde deixava minha bagagem. Procurava não andar sozinha durante a noite em ruas escuras e me informava sobre a região com locais antes de sair explorando.

Uma dica importante é não pegar o transporte oferecido por pessoas com crachás nos aeroportos, reserve até 24h antes na Civitatis ou GetYourGuide, ou vá nos guichês somente das empresas de transporte oficiais. Os relatos de roubo são frequentes se cair nas mãos de um motorista não qualificado.

Saúde do viajante

Outro ponto importante é estar atento à altitude. Muitas das atrações turísticas do Peru estão localizadas em áreas de grande elevação, o que pode causar desconforto e problemas de saúde, como o mal de altitude. É recomendável fazer uma aclimatação gradual, beber muita água e evitar esforços físicos intensos nos primeiros dias após chegar às áreas a partir dos 3 mil metros de altura.

A comida de rua é deliciosa, mas pouco higiênica, prove por conta e risco e sempre beba água engarrafada.

São recomendadas vacinas contra hepatite A e febre tifoide, sendo febre-amarela obrigatório apresentar o cartão internacional de vacinação.

Preparo físico é essencial para as trilhas, treine resistência e aeróbico ao menos três meses antes.

Grupo em frente a placa de destino para fazer turismo no Peru
A 4.604 metros de altura na Laguna 69

Um bom seguro viagem é essencial para diminuir os perrengues de fazer turismo no Peru. Inclusive, foi nessa viagem onde senti falta de um seguro pela primeira vez. Após ter encarado a trilha Inca pelo alto das montanhas, ver penhascos de arrepiar e caminhado por 5 dias, conheci alguém que havia quebrado a clavícula em um tombo. Daí pensei – Sorte nada ter acontecido comigo! E não viajo mais sem seguro. Certifique-se sobre coberturas para atividades de aventura, e nesse ponto já recomendo a Next Seguro Viagem onde o item sempre vem incluso.

O que levar

Roupas

Touca de lã de alpaca cinza e branco com símbolos andinos e nome Huaraz.
Touca de lã de alpaca

Aprendi sentindo na pele como roupas adequadas deixam qualquer viagem muito mais agradável. Portanto, aconselho adquirir os produtos antes de partir. No máximo, deixar para comprar algumas peças feitas com lã de alpaca ou vicunha por lá. Por exemplo, na primeira viagem me arrependi de não ter levado aquelas calças que viram bermuda e roupa de banho. Não encontrei bermuda nem biquíni para vender no Peru e passei calor.

O Peru costuma ter temperaturas baixas a qualquer época do ano pelas altitudes elevadas, contudo, o clima pode ser mais gelado no inverno e mudar bruscamente. Quando tem sol e o corpo esquenta, as roupas devem ser fáceis de tirar ou ventilar, o ideal é se vestir em camadas pensando em todos os tipos de clima.

Mulher sentada no barco em um lago verde rodeado por montanhas. Ela veste calça preta, casaco branco e bota marrom. Turismo no Peru
Vestida impermeável da cabeça aos pés

Se o seu roteiro incluir trilhas, considere botas de caminhada impermeáveis ​​para garantir pés secos e evitar torções por conta do terreno irregular.

Calças e casaco impermeáveis além de protetor solar, óculos, corta-vento com capuz, luva e segunda pele são essenciais. Opte por tecidos respiráveis, de preferência algodão ou tecnológicos. Acesse a loja da nossa parceira Decathlon para muitas opções.

Celular com internet

Primeiro é bom saber que só vai funcionar nas principais cidades como Lima, Cusco e Arequipa, mesmo em hotéis, cafés e restaurantes. Na última viagem de turismo no Peru comprei chip local da Claro e funcionou bem nas zonas urbanas, mas não foi barato como eu esperava. Na próxima vou evoluir para e-sim, tecnologia testada e aprovada na viagem pela Europa como a melhor escolha, recomendo plano América Latina da Viaje Conectado, principalmente se incluir mais países no roteiro.

Dica! Salve os mapas dos lugares por onde for passar antes de iniciar a viagem e tenha um tradutor instalado. Uso Google Maps e Translator.

Acessórios

Leve um adaptador para tomadas de tipo A, existem as de dois pinos, mas não em todos os lugares. A voltagem é 220V.

Leve também uma toalha de secagem rápida, principalmente se ficar em hostel ou for fazer travessias.

Qual melhor época para fazer turismo no Peru? E resumo do clima

A melhor época depende do seu interesse, basicamente existem duas estações no Peru: seca e chuva.

A estação chuvosa vai de novembro a abril e pode isolar localidades como já aconteceu em Machu Picchu em um janeiro passado. Se a ideia é visitar a Amazônia, a umidade é constante (chove menos entre maio e outubro) e não é ruim viajar com chuva como acontece no lado brasileiro da floresta.

O período de seca vai de maio a outubro e é o indicado para atividades ao ar livre. Mas é importante considerar as temperaturas mais baixas entre julho e agosto, além de ponderar agosto e setembro como os meses mais caros pela alta procura dos turistas europeus e norte americanos. Os Andes têm condições climáticas em constante mudança, no mesmo dia pode fazer muito frio ou muito calor conforme a altitude e vegetação ao redor.

A visita a Huaraz vale o ano todo, mas a melhor época varia conforme a atividade: de maio a setembro para praticar esportes de aventura; de março a novembro para trekking; de maio a setembro para escalada.

A capital Lima também vale a pena o ano todo e fica na região costeira, onde o clima é quente e seco entre dezembro e março. Todo o litoral tem clima de deserto.

Vale considerar a época dos festivais como Inti Raymi (Festa inca para celebrar o Deus Sol) no dia 24 de junho em Cusco e as Fiestas Patrias, em julho, quando comemoram a independência do Peru. Cada região pode ter celebrações únicas, portanto, verificar os calendários dos locais a serem visitados pode melhorar sua experiência cultural.

Precisa de passaporte para viajar para o Peru? E visto?

Nós brasileiros não precisamos de passaporte ou visto para entrar no Peru. Os documentos exigidos são carteira de identidade (RG) em bom estado emitida até 10 anos e carteira internacional de vacinação com a Febre-amarela tomada até 10 dias antes da viagem. Mas sempre prefiro levar o passaporte porque coleciono carimbos. O passaporte deve ter data de validade de 6 meses até o final da viagem.

Certifique-se de confirmar se os requisitos de visto e as restrições para fazer turismo no Peru não mudaram dias antes de viajar.

Clique para receber dicas da América do Sul por e-mail

Moeda

A moeda oficial do Peru é o Nuevo Sol e atualmente vale um pouco menos que o nosso real. Apenas cuidado para não confundir quando ver por escrito, $ pode significar dólar e não soles.

Comprar dólar no Brasil e trocar por soles ao chegar é o mais vantajoso. Apenas se o roteiro estiver corrido e não der tempo de ir a uma casa de câmbio confiável, leve um pouco de soles do Brasil ou saque no caixa eletrônico logo ao chegar. Evite fazer câmbio em espécie nos aeroportos (mais caro) e nas ruas (pode ser falso). Comece a juntar gradualmente alguns meses antes da viagem para poder se planejar melhor.

Prefiro levar a maioria do dinheiro no cartão de débito da conta internacional e ter um cartão de crédito para emergências. Na maioria das cidades aceitam somente dólar ou soles. Hoje em dia os cartões Visa e Martercard são amplamente aceitos nas principais cidades, mas alguns serviços cobram taxa extra. Nas cidades pequenas menos turísticas precisa levar dinheiro em espécie.

Etiqueta Cultural

Pechinchar é cultural! No táxi, nos pacotes turísticos, nas compras e até em restaurantes. Eles começam com preços para turista europeu e depois perguntam quanto quer pagar. Só não esqueça do sorriso.

Além disso, durante sua estadia no Peru, é importante respeitar a cultura local e cuidar do meio ambiente. Mantenha a tradição de sustentabilidade dos povos andinos, evite o desperdício de recursos naturais e seja responsável com os locais que visita.

Respeite a vida selvagem: não alimente ou toque nos animais, não importa o quão fofo seja! Saiba que lhamas cospem ácido!

Lembre-se! Lugares como Machu Picchu não são apenas atrações turísticas, são patrimônios da humanidade.

Lhamas em frente as ruínas de Machu Picchu, Turismo no Peru
Lhamas em Machu Picchu
Mulher veste roupas típicas - Turismo no Peru
Peruana em Huaraz

Qual é a língua falada no Peru?

O espanhol é o idioma oficial do Peru. No entanto, 47 línguas nativas são faladas no país, incluindo quíchua e aimará, principalmente nos Andes. Saber palavras básicas em espanhol ajuda na comunicação, na dúvida, um aplicativo de tradução no celular resolve.

Compras

Uma mulher e uma criança com vestimenta típica vendem artesanato como turismo no Peru
Locais vendendo artesanato no Vale Sagrado

Não compre nada em Lima, é bem mais caro. Pelo menos o que eu tinha interesse em levar para casa: artesanato, prata e roupas de lã de alpaca. O melhor lugar foi na província de Arequipa para itens originais e preços justos.

Além disso, cuidado para não contribuir com o comércio ilegal comprando produtos originários de animais como penas de aves.

Por fim, lembre-se de que as dificuldades e desafios fazem parte da experiência de viajar. As recompensas de explorar o Peru e conhecer suas belezas naturais e culturais são imensuráveis. Esteja preparado para imprevistos, mas também esteja aberto para se surpreender com as maravilhas desse país incrível.

Gostou da informação e quer ver mais? Então, acesse o Google Notícias, selecione a opção “✩ Seguir” e não perca mais nenhuma novidade do Territórios no seu celular!

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, dados de internet e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Por onde começar a planejar a viagem

  1. Se já sabe, se inscreva dizendo para onde será a próxima viagem e receba dicas exclusivas por e-mail.
  2. Quando a data estiver definida, pesquise as passagens áreas ou aluguel de carro. Mas antes de finalizar a compra, faça o seguro viagem quase simultaneamente para ter eventuais cancelamentos cobertos, além de assistência médica e perda de bagagem.
    2.1 Avalie levar dados de internet e vá comprando a moeda aos poucos.
  3. Então monte o roteiro e vá fazendo as reservas de hospedagem e passeios conforme o tempo disponível.
  4. Sem tempo para pesquisar? Clica no botão e preencha o formulário para entrarmos em contato com uma solução para você.
Inscrição para participar da viagem

A seguir deixo mais links sobre essa mesma região ou experiência.

^ Voltar início ^

Você está em INICIAL » PERU » Turismo no Peru: dicas aos viajantes
Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 16 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

48 Comments

  1. Estou indo para para o peru essa semana, e gostaria de saber pra comprar roupas de marcas primeira linha, se e mais barato Miraflores ou Gamarra

  2. Sandra Koccis Reply

    Pessoal, quero comprar roupas de grife em Lima, onde encontro os melhores preços?

    Obrigada

  3. Olá amigos brasileiros, sou peruano, moro em Lima. Eu tive a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas do Brasil, principalmente de Florianópolis, que já visitaram a nossa terra. Eu posso dar informação livre a partir deste site ou meu facebook Paul Bautista (ou bcpaul74@hotmail.com também en face).
    Posso organizar: uma visita a Gamarra (o empório têxtil mais barato e variado ao longo da América) e um Tour Night para a diversão nos melhores bares e discotecas em Lima. Todos estes serviços som em português, tem segurança
    boa informação e boa amizade. Para mais informações em meu Face, aí ficam meus dados pessoais e fotos da minha família e amigos. Atenciosamente. Paul Bautista

  4. Estou pensando rm ir a Lima,mas nao falo espanhol.
    Hoje no jornal estado de Minas,li umareportagem
    de dois engenheiros assassinados la no ano passado.
    A familia dos mesmos ate hoje nao tem explicacao do ocorrido
    O governo ,o ministerio publico peruano vai encerrar o caso,sem descobrir como morreram, o governo do Brasil nao pefe explicacao e nao se interessa pelo caso.

  5. irei ao Peru e tb goastaria do enderço de compras das roupas de marcas e o taxi do Luis grata

  6. Olá, Roberta vou a Lima e preciso de algum contato ou taxista que me leve p/ comprar roupas de grife. Agradeço.

  7. Pessoal, gostei bastante das dicas e irá muito me ajudar. Mas, como todos tbm estou procurando onde fazer compras de roupas de grife e sei q é em Lima, mas não faço ideia de onde elas ficam, quem souber informem. Outra coisa taxi lá é mto caro? É melhor levar a moeda deles ou dollar?

    • Roberta Martins Reply

      OI Wall, respondi sua pergunta sobre onde comprar roupas de marca no comentário abaixo do seu. O táxi é muito barato nem dá vontade de querer economizar. Leva dollar e vai trocando aos poucos. Trocar aqui é mais caro.

  8. Para quem quer comprar roupas de marca tem o shopping Larcomar, sei que tem roupas de lã e Lacoste.

    Quanto as outras marcas que perguntam, dizem que são produtos falsificados.

  9. Olá a todos, eu sou peruana, e aprendendo o português fiquei neste site, acho que é legal, eu conheco Puno- Lago Titicaca que fica a 6 horas de Cusco.

  10. fabricio loopes Reply

    Olá galera estou querendo comprar roupas de Grifes da Holister, Abercrombier, Tommy, Armani etc.. para revender onde é mais barato e facil de trazer , ESTADOS UNIDOS OU PERU?A

    Me ajudem Obrigado..

  11. Jaime Francisco Carneiro Reply

    Olá è muito bom ter vçs para dar dicas estou indo para o peru dentro de um mês por favor alguem pode me dar uma dica onde comprar roupas de grife em conta.
    Muito obrigado.

  12. Francisco Soares Reply

    Olá Roberta podeira me passar o telefone do taxista luis , desde já muito obrigado mesmo.

  13. Oi galera vejo que todos tem duvidas sobre onde comprar roupas de grife ,mas posso oferecer para voces alguns contatos de enderecos de grifes para comprar mas como paguei por todos estes contatos quem enterecar custara 100 reais para cada pessoa se desejar me telefone 3788253981 luiz.

  14. Olá! Estou indo para o Peru e gostaria muito em que me ajudasse com dicas de lugares onde compro roupas de grife com preços bem atrativos.

    Muito Obrigada!

  15. Dirce Delazeri Reply

    Oi Roberta.
    Pretendo ir ao Peru fazer compras,marcas lacoste, polo, tomy, ripcurl, wolcom,etc…
    Podias me informar ondre comprar e a cidade?
    Se possível quero o fone do taxista luiz.

  16. Ricardo Marinho Reply

    Olá galera, muito bacana o blog viu, é sempre bom saber que sempre tem gente ajudando outras pessoas né!!! Eu, no momentopreciso também de uma ajudinha, pois estou indo ao Peru para fazer algumas comprinhas, e gostaria de saber onde posso encontrar roupas de grife com preços mais enconta, se puderem me ajudar serei muito grato.

    Fico no aguardo do seu contato ok.

    Desde já muito obrigado.

  17. Olá, parabéns pelo blog, demais mesmo! Estou pesquisando fazer compras no Peru, então qualquer dica de onde adquirir os melhores deals com as roupas de grife serve, muito obrigado!

  18. Roberta Martins Reply

    Olá Bruno, Sindy, Mariana, Felipe, Diogo e todos que perguntam sobre roupas de marca. Eu não vi nada disso quando estive por lá, meu interesse era artesanato / lã e as dicas são para comprar em Arequipa.

    Já perguntei para quem esteve lá recentemente e ninguém tem essa informação. Por favor, quando voltarem de viagem escrevam aqui se descobriram.

  19. bruno shima rocha Reply

    Olá Roberta estou indo para Lima, se voce puder me ajudar , vou para fazer compras e gostaria de saber onde encontro roupas como abercrombie, hollister,armani, calvin klain…etc…e se as roupas são originais.Obrigado.

  20. Olá, estou indo para o Peru e gostaria de saber onde encontrar roupas da armani, lavores perfumes com preços legais pois me falaram que lá sao as fabricas delas. Alguém pode me ajudar!!muito grata!!um abraço!!!!

  21. Oi!! Estou indo ao Peru em Janeiro e gostaria do telefone do taxista…afinal isso é muito útil! Quem já foi acha melhor só levar dolar mesmo??? Mariana

    • Roberta Martins Reply

      OI Mariana, o melhor é levar dolar em espécie e ir trocando por lá. Quanto ao fone do taxista, essa viagem foi em 2006, já passei para várias pessoas e as últimas deram retorno que o fone não é mais dele.

      Se alguém tiver contato de transporte lá, por favor, escreva aqui.

  22. FELIPE SILVEIRA Reply

    oi galera…

    vou viajar para o Peru e gostaria de dicas para comprar roupas… das grifes Quiksilver, Billabong, Volcom Stone entre outras. E de grifes como Ralph Louren, Polo Play, Lacoste entre outras.

    obrigado.

  23. Ola cm esta td bem vi teu anuncio gual local ti me indica para comprar abercrombie holister lacoste marcas assim de grifes la no peru bem irado seu bolg grato me mande por email obrigado

  24. Ricardo Nunes da Silva Reply

    Onde compro roupas de surfware, das grifes Quiksilver, Billabong, Volcom Stone entre outras. E de grifes como Ralph Louren, Polo Play, Lacoste entre outras.
    Obrigado.

  25. oi, onde compro roupas no peru?
    alguen pode me ajudar…
    agradeço desde já.

  26. Juliano Gregorio Reply

    Viajar sozinho, nos mostra o quanto não nos conhecemos, e faz com que sentimos um sentimento único e indescritível! A saudade, o tempo que comandamos, pensamentos que temos e lembranças sem interferências. Lindo!

  27. Oi Roberta! Curti as tuas dicas no territórios…acabo de voltar de Lima e Macchu Picchu! Valeu!

  28. Oi Roberta, estou indo pro Perú dia 25 de Julho, vou pra surfar e tbm pra comprar roupas pra vender aqui, Lacoste, Billa, vc conheceu esses lugares de compras, sabe me indicar lojas, restaurantes e hotéis?bjo obrigada

    • Roberta Martins Reply

      O que tenho para indicar esta escrito acima. O Kontiki Hostal foi muito bom em Lima. Fiz compras apenas em Arequipa e só artesanato. Não sei sobre compras de marcas.

  29. Roberta.

    Tudo bem? Estou indo para o Perú em março!

    Gostaria de pegar o telefone do Luis, taxisista! poderia me passar?

  30. Roberta Martins Reply

    Enviei o telefone do taxista por e-mail : )

  31. Oi Roberta …to indo para o peru no final de setembro mas só vou ficar em Lima. Gostaria de algumas dicas,lugares que nao poderei deixar de visitar.

    Obrigada Roberta

    • Roberta Martins Reply

      Oi Roberta

      Passei 2 dois em Lima e ñ fiz muita coisa, só fiquei no bairro Miraflores, o melhor bairro. Gostaria de ter visitado o centro histórico. O livro Guia do viajante independente pela América do Sul pode te ajudar bastante, assim como me ajudou. Tem o site com barbadas e roubadas de viajantes. Procure por viajantes.com dentro do uol. Ou http://www.peru.info/

  32. Oi Roberta,

    meu nome é Junia; procurando dicas sobre o Peru na internet encontrei seu blog, adorei! Estou indo ao Peru na proxima semana e gostaria de saber o telefone do taxista Luiz, esta é uma dica extremamente util e importante!
    Um abraço,

  33. oi roberta,

    vc pode me passar o tel do taxi luis?

    obrigada.

    p.s. vou amanhã pro Peru

  34. Olá Roberta!

    Vc poderia me passar o tel do taxista de Lima por favor?

  35. Olá roberta,

    vc poderia me passar o rtel do tax? estou indo para o peru amanha, quinta feira.

    se tiver outras dicas interessantes e roteiros e puder me passar. muito obrigada…;-)

  36. Olá Roberta!

    Vc poderia me passar o tel deste taxista por favor?

  37. Olá, Muito Obrigado pela dicas…

    Pode me passar o telefone do taxi do luis que voce havia comentado,

    Obrigado !

  38. Oi Roberta falo de Florianópolis, e estou indo para o Peru no mes de julho, gostaria de saber se voce foi a Machu Picchu e qual o jeito mais em conta de se chegar a t la, e nessa poca os pre os s o mais baixos?

    obrigado.

    • Roberta Martins Reply

      Oi Adriano
      De julho a setembro é a época mais cara de ir ao Peru, esta cheio de americanos e europeus cheios da grana. Eu fui em maio. O jeito mais barato de ir a MP é caminhando e pela trilha Salcantay. Se tens tempo faça uma pesquisa na plaza em Cusco e pechinche. Outras dúvidas pergunte.

Write A Comment