Cassino, a maior praia do mundo!


Cassino é realmente única, além de estar no Guiness Book por seus 254 km de extensão, coisas fora do comum costumam acontecer por lá. A parte mais urbana da Praia do Cassino fica no município de Rio Grande (RS) e se estende por Hermenegildo, em Santa Vitória do Palmar, e Barra do Chuí, no Chuí, quando considerada a maior praia do mundo em extensão. Portanto, é possível viajar pela beira da praia até o Uruguai utilizando veículos 4×4 ou os ainda mais aventureiros se arriscam em buggy, moto e até a pé.

O texto continua após os serviços recomendados.

Leia todos os artigos sobre o Rio Grande do Sul

Ingressos e passeios na Serra Gaúcha

Alugue um carro e rode pelas estradas gaúchas com maior liberdade

Acesso rápido: Últimas notícias | Impressões | O que fazer | Onde dormir | O clima | Mapa | Como chegar | Por onde começar

Aula de surf na Praia do Cassino (© Divulgação)
Aula de surf na Praia do Cassino (© Divulgação)

Praia Para Todos celebra o verão na Praia do Cassino com aulas gratuitas de surf

Surf, sol e mar, formam a trilogia do evento Surf Praia Para Todos, que vai celebrar o verão no Sul do Brasil, com aulas de surf gratuitas para crianças e adultos até fevereiro.

O projeto Surf Praia Para Todos oferece clínicas de surf de graça para população, ministradas por professores certificados que vão disponibilizar todos os materiais para prática da modalidade, tais como pranchas, cordinhas, lycras, parafinas e outros equipamentos de segurança.

O evento pretende promover a iniciação esportiva, a saúde e o bem-estar, além de fomentar a integração e inclusão social por meio do esporte praticado sobre a prancha de surf, modalidade olímpica que é um dos esportes que mais cresce no Brasil.

As aulas acontecem em duas etapas: teórica e prática, com apresentação dos materiais, regras de segurança, aquecimento e movimentos, para seguir com entrada na água em busca das ondas para contemplar o esporte.

Tome Nota

O Surf Praia Para Todos é realizado graças a Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, com patrocínio da CMPC Brasil. Idealizado pela ABIEP – Associação Brasileira de Esportes com Prancha, tem apoio de mídia da plataforma ALMA SURF e suporte da Guarderia Onda Tropical. O evento seguirá todos os protocolos de segurança conforme as determinações do estado e do município de Rio Grande. 

Onde: Orla da Praia do Cassino, entre os Molhes e o Terminal, nos contêineres da Guarderia Onda Tropical.

Quando: 16 a 30 de janeiro de 2022. E todas as sextas-feiras, sábados e domingos do mês de fevereiro. Sempre das 9 horas às 16 horas onde cada aula tem duração média de 45 minutos a 1 hora.

quero dicas do Brasil

A Praia do Cassino

É a única praia que eu conheço, de um balneário grande no Brasil, onde os carros chegam até a beira do mar. No verão têm engarrafamentos, filas quádruplas de veículos passeando e outras quatro de carros estacionados. Isso tudo na extensa faixa de areia entre as dunas e o mar, claro que todo esse movimento é apenas onde se concentram as casas e não por toda a praia. As pessoas andam no meio dos carros, em dias de vento os veículos ajudam a se protegerem, e nos outros, os veranistas tomam sol sentados de costas para o mar porque assim podem ver o movimento. São pessoas, carros, buggys, bicicletas, motos, vans, trailers e até caminhões. Inclusive os bares são carros que ficam durante o verão. No inverno, a praia fica bem mais vazia, apenas alguns pescadores e surfistas aventureiros são vistos.

Não é uma praia exuberante como tantas outras no Brasil, mas é o mar da zona sul, é agradável, as pessoas se conhecem, tem infraestrutura e tenho ótimas lembranças da infância/adolescência. Lembro que o mar era mais violento, hoje é quase uma lagoa, tinham os siris que mordiam os dedões dos veranistas e tatuíras que pinicavam os pés dos caminhantes. Só não sei onde foram parar esses bichinhos…

A cor do mar é marrom pela areia e algas, não é poluída! Eventualmente pode ser azul ou verde com temperatura agradável e esses são melhores dias na Praia do Cassino.

Durante a viagem de carro entre amigas para descobrir os atrativos atuais do Caminho Rota Farroupilha
Um dia nublado no inverno e a Praia do Cassino estava deserta

O clima louco da Praia do Cassino

Têm tsunamis pequenos, tempestades de areia e o clima pode mudar tão rápido que é muito provável que carros atolem ou sejam inundados se ficarem sozinhos e o clima mudar de repente. Quando isso acontece vira um caos, são poucos minutos entre perceber uma nuvem preta se aproximando, juntar as coisas e entrar no engarrafamento. Nunca presenciei um tsunami, mas muitos contam já terem visto uma onda gigante se formar e quebrar na praia destruindo muitas coisas. Certa vez foi notícia que uma onda gigante invadiu mais de 5 quarteirões do balneário, sendo que a distância entre o mar e o início das casas é considerável.

Venha preparado para vento, calor escaldante e frio a noite ou nos dias de chuva.

Placas de diferentes cidades
Placas de diferentes cidades

O que fazer na Praia do Cassino

Além de ter toda a infraestrutura que um grande balneário gaúcho oferece, há alguns passeios únicos como:

Molhes da Barra

Molhes da Barra é a terceira maior obra de engenharia oceânica do mundo. Além de ajudar navios a entrarem no porto, abriga aves e lobos marinhos e oferece o passeio de vagoneta mar a dentro (foto: Minéia)
Molhes da Barra é a terceira maior obra de engenharia oceânica do mundo. Além de ajudar navios a entrarem no porto, abriga aves e lobos marinhos e oferece o passeio de vagoneta mar a dentro (foto: Minéia)

Na terceira maior obra de engenharia marítima do mundo é possível subir em uma vagoneta a vela e chegar em alto mar sem sair da terra firme. Os Molhes foram construídos para ser quebra-mar e manter a profundidade do canal, os trilhos usados na construção viraram o atrativo turístico mais tradicional. Funciona diariamente (quando não chove), das 7h30 às 18h e dura 20 minutos.

Passeios Náuticos

Para ver golfinhos e lobos marinhos, navegar na Laguna dos Patos ou ir até a Ilha dos Marinheiros. Contate a guia de turismo Minéia Turismo nos fones 53 3235.6726 e 98128.1999 para informações e roteiros.

Naufrágio do Navio Altair

Ou os destroços de uma antiga embarcação encalhada em 1976. Está localizada na parte menos movimentada da praia na direção contrária aos Molhes da Barra, se olhar para a direita, verá o Parque Eólico no caminho;

Estátua de Iemanjá

Obra do escultor rio-grandino Érico Gobbi, fica na entrada principal e atrai muitos visitantes no dia de Iemanjá (2 de fevereiro).

Superporto de Rio Grande

É o porto mais importante do Mercosul conectando o Oceano Atlântico com a Laguna dos Patos.

Farol Albardão e Farol da Barra do Chuí

Atrativos para quem faz o Caminho dos Faróis ou alcança o outro lado da praia, já nos municípios de Santa Vitória do Palmar e Chuí.

Curtir o astral da Praia do Cassino

Nos finais de semana, as pessoas passam todo o dia na praia, levam lanches, bebidas, chimarrão, churrasqueiras, barracas e aqueles apetrechos básicos. Em um domingo clássico de janeiro (bem antes da pandemia), registrei algumas cenas do Cassino:

O movimento de veículos na Praia do Cassino
Muvuca na Praia do Cassino
Churrasco no porta-malas
Farofada na beira da praia do Cassino

O que fazer nos arredores

Para aprender um monte sobre os oceanos, ver a maior coleção de moluscos da América Latina e descobrir muitas as curiosidades da Praia do Cassino, vale visitar o Museu Oceanográfico no caminho para o centro de Rio Grande. Além dos atrativos, existe a possibilidade de ver animais marinhos resgatados como pinguins e leões marinhos nas piscinas. Muitos chegam perdidos precisando de tratamento ou só um tempo para descansar, eles são cuidados e devolvidos ao mar.

Onde: rua Capitão-Tenente Heitor Perdigão, 10, Centro. Aberto de terças a domingos, das 9h às 11h30 e das 14h às 18h.

Também pode pegar a balsa para São José do Norte e descobrir onde termina a BR-101 além de ver os molhes da Praia do Cassino de um ângulo diferente do outro lado do canal.

Pegando a BR-471 em direção a Santa Vitória do Palmar, pode passar o dia na Praia da Capilha, na Lagoa Mirim, ou parar para ver os animais no início da Reserva Ecológica do Taim.

Praia da Capilha, na Lagoa Mangueira
Praia da Capilha, na Lagoa Mirim
Guia RS pra levar na viagem e ler em qualquer aparelho

Esta cidade é um dos destinos da Rota Farroupilha. Se prefere ter todo o conteúdo sobre este itinerário para consultar durante a viagem e ainda ter sugestão de roteiros com mapa interativo detalhado, adquira o guia Guia RS Rota Farroupilha >>

Praia do Cassino Mapa

Como chegar a Praia do Cassino

O trecho mais urbano do Cassino está localizado a 24 km do centro de Rio Grande pela BR-392. Ou 325 km de Porto Alegre pela BR-116 com 4 pedágios.

O aeroporto mais próximo é o de Pelotas, distante 66 km e com voos diretos de São Paulo e Porto Alegre. Então pode alugar um veículo, pegando um pedágio, ou ônibus partem em vários horários desde a rodoviária para Rio Grande.

Os confortáveis ônibus da Expresso Embaixador (principalmente o Golden Class) e Planalto partem diariamente da rodoviária de Porto Alegre para Rio Grande, consulte horários para saber quais desembarcam no Cassino, no verão as opções aumentam bastante. Partindo de Rio Grande o trajeto é feito pela viação Noiva do Mar em vários horários com embarque inicial na Praça Tamandaré.

O melhor para circular na Praia do Cassino é de carro, mas o risco de atolar é grande ao se afastar das áreas por onde a patrola passa, portanto, prefira 4×4 se pretende ultrapassar o navio Altair em direção à Praia do Hermenegildo. Bicicleta é uma ótima alternativa desde que tenha resistência para longas distâncias e proteção para o ouvido, o vento pode ser cruel.

Casas para alugar e hotel na Praia do Cassino

Perdi a conta de quantas casas já aluguei via imobiliárias locais e hoje prefiro encontrar algo no Airbnb (no link conto minhas experiências na plataforma e dicas para alugar com segurança). Mas há pousadas e hotéis que costumam lotar no verão, por isso é bom reservar com antecedência para encontrar as melhores opções.

Minha família costuma ficar no Lira Apart Hotel (leia meu review) ou Hotel Atlântico. Se prefere se hospedar no centro da cidade, a melhor opção é o Hotel Laghetto Viverone ou Swan Rio Grande.

Foto destaque por Lúcia Maciel e surf © Divulgação

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Por onde começar a planejar a viagem

  1. Se já sabe, se inscreva dizendo para onde será a próxima viagem e receba dicas exclusivas por e-mail.
  2. Quando a data estiver definida, pesquise as passagens áreas ou aluguel de carro. Mas antes de finalizar a compra, faça o seguro viagem quase simultaneamente para ter eventuais cancelamentos cobertos, além de assistência médica e perda de bagagem.
  3. Então monte o roteiro e vá fazendo as reservas de hospedagem e passeios conforme o tempo disponível.

A seguir deixo mais links sobre essa mesma região ou experiência.

^ Voltar início ^

Você está em INICIAL » BRASIL » RIO GRANDE DO SUL » RIO GRANDE » Cassino, a maior praia do mundo!
quero dicas do Brasil

Cidades e parques visitados no RS:

Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

9 Comentários

  1. Raimundo Alves de Sousa Filho Responder

    Roberta,
    No litoral do Pará existe um município chamado Salinópolis — ou simplesmente Salinas, como a chamam nós os paraenses —, localizada a 220 km da capital Belém que tem 8 praias. Em quase todas é possível ter acesso à faixa de areia de carro. A mais conhecida é a Praia do Atalaia, com 45 km de extensão. Lá também é muito comum os banhistas se distrairem e verem seus carros engolidos pelas águas.

    Como vê, não é A UNICA que os carros têm acesso à faixa de areia.

  2. É MENTIRA!!!
    Para se entitular a maior praia do mundo, a cidade de rio grande conta como ‘Praia do Cassino’ as praias do Albardão, Querência, Barra de Rio Grande, Praia do Hermenegildo, Alvorada e Barra do Chuí. Sendo que SÃO PRAIAS QUE NÃO PERTENCEM AO MUNICÍPIO DE RIO GRANDE. Barra do Chuí, Praia do Hermenegildo, Alvorada e parte do Albardão, são balneários, distritos da cidade de SANTA VITÓRIA DO PALMAR, A QUAL JUNTANDO TODO O SEU BALNEÁRIO POSSUI 150KM DE COSTA. Agora diminuam 150km de 240km e descubram qual é a maior praia do mundo em extensão!

  3. amo a nossa bela praia do cassino.
    amo a noite do nosso balneario, é incrivel q os anos passam e parece q ja nao tem espaço nessa imensidao de praia. turistas de todos os lugares vem passar o verao e curtir momentos maravilhosos.quem foi no cassino fez uma historia…cassino faz parte da minha vida. reveillon no cassino é tudo de bom!!! quem conhece sabe…cassino é nota mil! claro q temos muitas prais lindas em nosso pais, sem duvidas. mas cassino é minha casa, minha gente, minha historia…bjs

  4. Quer mesmo saber onde foram parar os “bichinhos”(siris, tatuíras, caranguejo fantasma, mariscos da areia, etc)?
    MORTOS!
    O impacto de veículos no verão é de 12.000/dia que abrem uma longa faixa de 9m de largura só para circularem daqui pra lá e de lá pra cá.
    É a destruição descarada do ecosistema!
    Você ainda encontra esses “bichinhos” a uns 30 ou 40 km ao sul do Monumento a Iemanjá. Mas a praia do Cassino está morrendo graças aos turistas vândalos que destroem em 3 meses o que passamos o ano todo construindo.

    • MINTIRA!
      Na frete do monumento de Iemanjá há muitos siris,mariscos, etc…
      É so olhar melhor (se já foi) que verá o tanto de animais que há enclusie na frete do monumento de Iemanjá.

Deixe seu recado, escreva algo