Já viajei muito por aí e posso dizer. Se tratando de grandes cidades norte-americanas, sul-americanas, centro-americanas, Chicago é a maioral. Mais bonita, mais limpa, mais inovadora, mais cultural… Tem o que há de melhor em uma grande cidade com muita civilidade e educação.

Contudo, claro que nem tudo é perfeito. Mesmo no verão, Chicago não tem um clima muito cálido. O centro é dominado por arranha-céus altíssimos, inclusive é onde eles foram inventados e, provavelmente, detém a média de edifícios mais altos do mundo juntos.

Atenção! Turistas provenientes do Brasil estão proibidos de entrar nos EUA devido à pandemia Covid-19.

Nota do editor: Este não é o melhor momento de viajar para fora do Brasil, mas pode ser agradável planejar uma viagem futura ou aprender algo lendo nossas experiências. Continue conosco!

Leia todos os artigos sobre os Estados Unidos
+Saiba onde nos hospedamos
+As estradas americanas são ótimas para alugar carro
+Use a WePlann para agendar passeios e transfers agora ou saiba como funciona

Detalhe dos tijolos em edificio antigo
Detalhe dos tijolos em edifício antigo

Chicago: a cidade dos arranha-céus

The waterfront café em Berger Park
The waterfront café em Berger Park

Chicago é a maior cidade do MidWest Americano e perfeita para quem quer conhecer algo bem estadunidense. É a melhor capital desde que metrópoles como Dallas, Miami, Los Angeles, São Francisco e Nova York se tornaram demasiado internacionais onde, em alguns casos como Miami, nem se fala inglês mais. Restou Chicago, também bastante cosmopolita e global como as outras, mas, talvez por estar no meio do continente, ainda continua com ares típicos anglo-saxões ou dos americanos tradicionais.

A parte mais cliché, mas que deve ser feita, é ir ao observatório na antiga Sears Tower. Agora chama-se Willis Tower, fica no centro próximo ao Grant Park. Localizado no andar 103, tem cubos de vidro onde é possível entrar para se sentir flutuando no ar, dizem ser resistentes a seis toneladas. O Skydeck é uma experiência única. Confesso que não consegui entrar. Fiquei bem pertinho, mas deu muito medo pisar no vidro naquela altura.

Lake Shore drive que percorre toda a costa da cidade, de norte a sul
Lake Shore drive que percorre toda a costa da cidade, de norte a sul

A sensação de andar no centro é bem diferente. Se caminha entre arranha-céus gigantescos e parece que em vários pontos da cidade o sol nunca chega devido à altura deles. O vento também se canaliza pelas ruas e passa forte. Levar um agasalho é indicado, mesmo que seja verão e de dia.

Falando na estação mais quente, Chicago tem algumas praias bonitas. A água do lago Michigan pode ter cores incríveis em determinadas horas do dia no verão.

Deck em Holywood beach
Deck em Holywood beach

Tome Nota

Como circular em Chicago: O serviço de metrô é bom e facilita emitir o cartão Ventra. O depósito de 30 dólares permite transito livre por uma semana, mais do que suficiente e serve para os ônibus também. Os táxis não são caros e há muitos.

Visitei o Skydeck depois do susto sentido por alguns turistas em maio, mas não houve nada grave e segue funcionando normalmente. Inclusive tinha um mexicano pulando no vidro pra tirar fotos. Veja valores e ingressos no site

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Veja mais fotos de Chicago:

INICIAL » ESTADOS UNIDOS » Chicago: a cidade dos arranha-céus
Author Augustin Tomas o'Brien Caceres

Criado em uma família onde se falava espanhol, português, portunhol, italiolo e algo de inglês. Sempre se interessou por outros idiomas e hoje mora nos Estados Unidos e trabalha com comércio internacional na LE Group Industries.

Deixe seu recado, escreva algo

Pin It