Como surgiu o Drone da Montanha, o que Samuel Oscar fazia antes de se tornar o filmmaker e editor do canal famoso por cenários incríveis de natureza e aventura. Ele conta para o podcast Tesão de Ouvir a sua relação com as montanhas, como foi a transição para viver intensamente e exclusivamente do vídeo além do seu projeto de subir os 10 pontos mais altos do Brasil.

Nossa conversa também traz dicas para subir montanhas, como se preparar e quais equipamentos levar para praticar o esporte ou iniciar no universo das filmagens aéreas de natureza com drone. Enfim, momentos significativos durante as trilhas na Serra Fina, no Vale dos Deuses, no Monte Roraima, na Mantiqueira e outros são relembrados e emocionam.

Aperte o play para ouvir a conversa e continue a leitura para saber mais de algumas dessas aventuras e equipamentos.

A história do Drone da Montanha – Entrevista com Samuel Oscar

Samuel Oscar é fotografo e filmmaker, montanhista, escalador e criador de conteúdo, mais conhecido pelos filmes e fotos do canal e site Drone da Montanha.

Acesso rápido: Porque subir uma montanha? | Podcast | Pontos mais altos | Drones

Porque subir uma montanha?

A pergunta escutada por mim tantas vezes é comum ser feita também aos montanhistas e Samuel confirma dando a mesma resposta que eu daria, mas geralmente, me calo porque a pessoa que faz essa pergunta não está interessada em saber de verdade.

Às vezes as pessoas perguntam porque você vai para montanha ou porque faz vídeos de montanha e a resposta é o percurso, não é o pico. Esse percurso que você vai até à montanha é muito diferente de apenas conquistar a montanha e isso difere de pessoa para pessoa, de tempos em tempos, porque a gente se transforma com o que a gente consome e o que a gente consome no decorrer da montanha a gente vivencia diferente.”

Porque o esforço que você faz leva a se conectar muito mais com as montanhas pelo desafio, não por conquistar o pico e sim pelo desafio do percurso e isso faz a pessoa acreditar nela mesma… Mesmo que eu não chegue ao cume, um percurso para mim, é renovador, isso é a montanha, ela te dá força para continuar.” 

Montanhas mais altas do Brasil

O ponto mais alto de uma montanha se chama cume ou pico e esses são os mais importantes ou mencionados por Samuel: 

  1. Pico da Neblina (2.995 m), na Serra do Imeri, Amazonas
  2. Pico 31 de Março (2.972 m), na Serra do Imeri, Amazonas
  1. Pico da Bandeira (2.890 m), entre Espírito Santo e Minas Gerais
  2. Monte Roraima (2.810 m), em Roraima na fronteira com Guiana e Venezuela
  1. Pedra da Mina (2.798 m), na Serra da Mantiqueira entre São Paulo e Minas Gerais
  2. Pico das Agulhas Negras (2.791 m), na Serra da Mantiqueira entre Rio de Janeiro e Minas Gerais
  1. Pico do Cristal (2.769 m), no Parque Nacional do Caparaó, Minas Gerais
  2. Morro do Couto (2.680 m), no Parque Nacional do Itatiaia, Rio de Janeiro
  3. Pedra Pico da Maromba (2.619 m), no Parque Nacional do Itatiaia, Rio de Janeiro
  4. Pico Serra Negra (2.572 m), no Parque Nacional do Itatiaia, Rio de Janeiro
  1. Pico dos Três Estados (2.660 m) na divisa geográfica entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais
  1. Alto do Capim Amarelo (2.570 m), na Serra Fina, entre Minas Gerais e São Paulo
  2. Pico dos Marins (2.420 m), na Serra da Mantiqueira, São Paulo

Posso ir inúmeras vezes para o Pico dos Marins, a primeira montanha que eu subi e já perdi a conta, e todas as vezes que eu vou é diferente e só quem vivencia isso sabe como é diferente o ambiente de montanha.”

respondeu Samuel ao definir a montanha mais especial para ele.
Mulher sobe o Pico dos Marins
Pico dos Marins por Drone da Montanha (© copyright)

Sonhos e drones, qual o melhor para iniciantes

Luciano Nagel perguntou se Samuel sonhava com alguma montanha que ainda faltava ser conquistada e a resposta foi sobre o legado do seu trabalho:

O meu maior sonho é ser lembrado, quero muito que os meus vídeos e as minhas produções possam de alguma forma inspirar as pessoas a estar lá e vivenciar isso.”

E isso levou as perguntas técnicas sobre equipamentos e qual o drone indicado para iniciantes:

Um dos drones que já utilizei de muitos no mercado para pessoa iniciante é o Dji Mavic Mini pela sua praticidade, tamanho e qualidade. É o drone que eu indicaria para ter segurança… É melhor investir um pouco a mais para ter segurança na tecnologia e não se desistir se perder o primeiro.”

Complemente lendo os artigos relacionados

No episódio também são mencionadas aventuras como a Trilha do Rio do Boi (SC), Laguna 69 (Peru) e Travessia da maior praia do mundo (RS). Além dos equipamentos e preparo físico explicados nos artigos:

Mulher faz trilhas no deserto do Atacama+ Saiba como se preparar para a trilha
Itens levados para subir o Monte Roraima+ O que levar na expedição de 6 dias
As dores de uma trilha longa+ As dores de uma trilha longa

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » BRASIL » As montanhas mais altas do Brasil e Drone da Montanha – Entrevista com Samuel Oscar
Autor Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 16 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

Write A Comment