Toque para ouvir ou continue a leitura para pegar as principais dicas e links para excelentes oportunidades.

Pesquisa é o ponto de partida para ganhar bolsa de estudos no exterior

Embora parte das dicas sejam válidas para qualquer idade, quanto mais cedo começar, mais oportunidades terá. No meu caso, desde a infância fiquei ligada nas informações e fui estudando idiomas. Mas as possibilidades se tornaram viáveis somente ao entrar na universidade e a conquista veio com o diploma em mãos.

Estar no meio acadêmico é o caminho mais fácil para ter acesso às possibilidades e uma boa rede de contatos, inclusive para a carta de recomendação ou motivação solicitada pelas instituições. E após a graduação há bem mais ofertas de mestrado e doutorado, mas também há opções interessantes para cursos de idioma, cultura e empreendedorismo de curta duração.

7 dicas para se preparar:

  1. Estude idiomas
    Inglês e conforme o idioma oficial do país de seu interesse.
  2. Tenha os documentos organizados e legalizados
    Papéis como diploma e histórico escolar devem ser validados e cópias autenticadas em cartório. 
  3. Busque informações atualizadas
    Fique atento as oportunidades.
  4. Venda seu peixe
    Treine por escrito como convencer uma instituição que você é merecedor da bolsa de estudos.
  5. Faça networking
    Mantenha ativa a rede de contatos acadêmicos.
  6. Economize
    Faça uma reserva financeira, mesmo com bolsa integral há gastos antes e durante o programa.
  7. Planeje
    Desenhe um mapa dos sonhos e faça uma lista de ações a serem feitas com prazos.

Onde buscar oportunidades de bolsa de estudos

Na sua universidade, escola de idiomas, feiras de estudante e sites na internet como (em negrito para onde conseguimos):

receba dicas por e-mail

Como conseguir uma bolsa de estudos na Espanha

Somente turistas vacinados podem entrar Espanha.

Leia todos os artigos sobre a Espanha

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Há algumas oportunidades nos links acima, eu consegui através da Fundação Carolina que não é uma universidade específica, a instituição conversa com todas as Universidades da Espanha e faz a seleção, conexão e organiza a estrutura para receber os estudantes. Já foram mais de 15 mil bolsas em 20 anos. Os contemplados devem ter origem nos países ibéricos, ou seja, as oportunidades são somente para latinos e portugueses.

10 estudantes ganhadores de bolsa de estudos na Espanha
Os 10 bolsistas latinos do Curso Diseño y Innovación

As vagas são abertas anualmente para bolsas de estudo de pós-graduação para diversos cursos em quase todas as áreas profissionais. A duração é variada e acontece em diversas cidades na Espanha. É anunciado sempre ao fim de cada ano e as inscrições ficam abertas até fevereiro–março para o ano vigente e o seguinte. 

Em 2022 são quase 600 oportunidades, algumas têm os custos 100% cobertos, em outras, precisa pagar uma taxa ou mais da metade do programa. Inscrições até 15 de março para os cursos de pós-graduação e até 7 de abril para doutorado, doutorado sanduíche, mobilidade de professores e estudos institucionais.


Campeonato de pingue pongue na Vasava

Leia relatos dessa experiência:
+ O estágio na Vasava
+ O curso Diseño y Innovación
+ Diário de Madrid
+ Diário de Barcelona

Como estudar na Alemanha

Há algumas oportunidades nos links acima, Luciano Nagel ganhou uma bolsa da Heinz Kühn Foundation em 2009 e conta os detalhes no episódio do podcast:

“Anualmente Heinz-Kühn seleciona jornalistas para até 4 meses de bolsa de estudo com estágio. Cobrem os gastos com passagem aérea, curso de alemão e o suficiente para se manter na Alemanha durante o programa. Entre os requisitos está idade não superior a 35 anos, diploma de jornalista e conhecimentos básicos de alemão. As vagas abrem em setembro.”


Brühl com neve no palácio Augustusburg

Leia relatos dessa experiência:
+ Brühl, sossego e diversão ao mesmo tempo
+ Dicas da Alemanha para viajantes

Atenção aos prazos, requisitos e restrições das bolsa de estudos

Seleção feita, é momento de planejar as inscrições e providenciar o que falta conforme as exigências de cada programa. Veja os mais comuns:

Exame de proficiência

Quando exigido o exame de proficiência (IELTS, DELLE, TESTDAF…), deve ser feito com antecedência, mas atente aos prazos, pois têm data de validade. Fiz o TOEFL para eventuais oportunidades em inglês e acabei não precisando porque meu curso não exigia, mas é obrigatório na maioria das bolsas de estudos.

Cartas de recomendação 

Pode ir coletando com o tempo até para ter exemplos e não copiar da internet, mas a melhor é direcionada a instituição desejada com data recente e comprovando que o professor, ou chefe, te conhece e indica para aquela vaga específica.

Carta de motivação

É a sua apresentação ao orientador ou quem recruta para a bolsa, os motivos para você ser o escolhido entre todos os candidatos. Geralmente, a concorrência é acirrada e esta é a oportunidade de se destacar contando quem é, seus diferenciais, experiências e planos para o futuro. 

Currículo

Já deve ter entre os documentos separados, mas será usado como base, pois, são geralmente enviados por formulários online que variam conforme a instituição e programa. Cuidado com a tradução para evitar erros que possam desclassificá-lo.

Traduções juramentadas 

São caras e feitas por profissionais habilitados, não apenas tradutores.

E você, ganhou alguma bolsa de estudos? Deixe seu comentário.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » + » PLANEJAMENTO » Como ganhar bolsa de estudos no exterior (nós ganhamos!)
Author Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

Deixe seu recado, escreva algo