Chegamos a Cusco


Hoje cedo pegamos o avião para Cusco e passeamos pela cidade, as praças e a arquitetura antiga são lindas. Ao redor da praça principal (Plaza de Armas) ficam todas as agências de turismo, pesquisamos os passeios e as trilhas, tem tanta coisa legal para fazer que dava pra ficar 20 dias só aqui. Os preços estão mais altos do que o previsto.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os artigos sobre o país

AGILIZE SUA VIAGEM
Precisa de seguro viagem? Saiba como comprar online

Leve o chip internacional com Internet desde o Brasil

Agende passeios e transfer agora na Get Your Guide ou saiba como funciona

Clique para receber dicas da América do Sul por e-mail

Primeira impressão de Cusco

Criança peruana e Vanessa em Cusco
Criança peruana e Vanessa

Na Plaza de Armas, Vanessa fez amizade com uma niña que pedia dinheiro, na foto ela carrega o boneco nas costas, vi várias crianças brincando assim. Elas copiam as mães que estão sempre com os filhos nas costas. Mulheres e crianças aqui são muito chatas na hora de vender aos turistas, parecem que estão sempre chorando. E quando percebem que não vão vender nada ficam pedindo dinheiro e outras coisas como lápis, shampoo, etc. As pessoas aqui são todas iguais, só diferencio mulheres, homens e crianças. Será que eles pensam o mesmo da gente?

Fizemos uma noite no Mama América (antigo Mama África), muito legal, bebemos Cuzqueña e Pisco, todos dançavam salsa e outros ritmos muito animados. Encontramos os primeiros brasileiros por aqui, um casal de Curitiba.

E sobre meu principal motivo de estar aqui, tive que mudar os planos. A trilha Inca tradicional esta lotada até agosto, não existe a menor possibilidade. Então decidimos fazer outra trilha Inca, mais difícil, mais fria, mais alta e perigosa, serão 70 km em 5 dias e não 47 km em 4 dias como o planejado. Mas acredito que estamos preparadas para a Trilha Inca Salkantay.

Amanhã vamos conhecer o Vale Sagrado.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » PERU » Chegamos a Cusco Revista Monte Roraima Grátis

Ganhe a Revista Monte Roraima aos assinar nossa lista para receber os novos artigos por e-mail

*obrigatório
Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

2 Comentários

  1. Roberta. Que trilha é essa que tu vai fazer de 70 km? Fiquei curiosa. E a noite em Cusco, já aproveitou algum dia. Na minha época era tudo de graça pra entrar e povo fazia roteiro passando por todas. Bjs, boa viagem

Deixe seu recado, escreva algo