Passei o réveillon em Amsterdam com o namorado e um amigo. Dentro daquela inércia básica da organização de grupo, deixamos para pesquisar hospedagem duas semanas antes do período que estaríamos na capital holandesa. O resultado do bom senso do trio foi que não sobrava mais hospedagem acessível em nenhum lugar. Estávamos até pensando em cancelar a viagem quando nosso amigo encontrou ofertas de quartos em hotéis-barco (que ficam estacionados pelos canais da cidade). E aí não pensamos duas vezes, fechamos a reserva na mesma hora.

Os Países Baixos exigem certificado de vacinação completa, teste negativo para Covid-19 e obriga quarentena de 5 a 10 dias.

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Quer agendar passeios e transfer agora na Holanda? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

O seguro viagem é obrigatório.

Hospedagem em hotel-barco

Por Daniella Franco ℹ︎

As opiniões expressas pelos viajantes colaboradores são próprias e nem sempre refletem o pensamento do Territórios. Conheça a autora ou deixe um comentário.

Nosso hotel-barco em Amsterdam
Nosso hotel-barco em Amsterdam

O nosso barco ficava um pouco afastado do centro da cidade, mas o transporte frequente e eficiente de Amsterdam resolveu esse problema. Fomos muito bem recebidos com uma árvore de doces e chocolates feita pelas proprietárias. Um simpático casal de garotas que administram três hotéis-barco. Ficamos impressionados com a boa organização e a limpeza do local.

O barco comportava cinco dormitórios – o nosso tinha quatro camas -, com dois quartos de banho e dois banheiros, uma grande sala e uma cozinha. No final ficamos mais satisfeitos de nos hospedarmos nesse local. Estava sempre limpo, era muito aconchegante e não tinha aquela bagunça básica dos hostels.


Canais congelados

+ Sobrevivemos a uma nevasca em Amsterdam
receba dicas da Europa por e-mail

Tome Nota

Pela hospedagem em hotel-barco, com direito a um bom café da manhã, pagamos 60 euros a diária e valeu muito a pena. Custou o mesmo preço dos albergues da juventude para essa época do ano na capital holandesa.

Para os interessados a trocar o deus-dará dos hostels no Réveillon pelo conforto de um hotel-barco em Amsterdam, passo as coordenadas: barcos no Booking.

Feliz Ano-Novo ou em como dizem os locais: Gelukkig Nieuwjaar!

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » HOLANDA » AMSTERDAM » Histórias de Réveillon: hospedagem em hotel-barco
Author Daniella Franco

Jornalista, mestre em Ciências da Informação e Comunicação e mochileira. Há quatorze anos veio estudar e morar na França e desde então seus horizontes tem aumentado cada vez mais. Viajante um tanto atrapalhada, costuma chegar aos destinos sem qualquer roteiro, esquece em casa os endereços dos hotéis onde deve se hospedar, deixa os joelhos nas trilhas, desce as montanhas rolando, leva os piores torrões nas praias e pegou pneumonia fazendo ski. Mas o importante é que sempre volta das viagens com boas historias pra contar. De hotel de luxo a camping, do sofá-cama dos amigos aos albergues da juventude, Daniella descobriu que viajar também é uma arte. | Siga no Instagram

5 Comentários

  1. Dani, café da manhã tava incluído no preço? E balança muito o barco ou é total free de enjoos? ;)Bjs

  2. Daniella Franco Responder

    Oi, Priscila! Pagamos 60 euros a diaria nesse hotel-barco onde nos hospedamos para o Réveillon 2010 em Amsterdam. Achei um pouco caro, sim, para ter um quarto compartilhado, mas estava dentro dos preços dos hostels (albergues da juventude) nessa época do ano. Ja em relaçao a preços de hoteis, nao tem nem comparaçao, o hotel-barco é muito mais em conta. Valeu a pena pelo preço, pelo otimo serviço e pela experiência. Um abraço!

Deixe seu recado, escreva algo

Chile aberto para brasileiros Rotas para voar no RS agosto