Realidade virtual imersiva

A nova realidade é virtual: 18 atrações sem sair de casa


Mesmo os descontentes com o isolamento social devem admitir: a realidade é virtual e veio para ficar. Com as atrações e fronteiras fechadas, controle de aglomerações e transporte limitado, não basta vontade, nem dinheiro para o lazer fora de casa. O que era tendência, rapidamente preencheu as lacunas impostas pela prioridade em preservar vidas e deve evoluir ao status de alguns se contentarem permanentemente com as novas soluções. Embora continue acreditando que o presencial é incomparável e a pessoa contaminada pelo vírus “viajante” vai sempre preferir viver de perto e não por uma tela, esse novo ponto de vista também tem seus benefícios. 

Essa realidade ajuda pessoas com fobias ou mobilidade reduzida a fazerem o anteriormente impossível além de inspirar e determinar escolhas antes da decisão final. Já visitei alguns destinos em feiras de turismo só usando aquelas óculos onde o nosso movimento determina a direção do olhar. O mais imersivo foi o mergulho no Abismo Anhumas, em Bonito, quer dizer, estava em Campo Grande pendurada por um colete e fios em uma sala verde, mas a minha visão era 360 graus e o caminho definido conforme a velocidade das braçadas.

Lembrando que o virtual pode ser real ou ilusão, manipulador ou  educativo, inclusivo ou elitizado. Enfim, é importante entender os objetivos e funções antes de condenar ou idolatrar determinada realidade.

O que você acha? Já experimentou realidade virtual ou aumentada? Como foi? Deixe sua opinião nos comentários. Enquanto esperamos pela nossa liberdade de explorar o mundo de volta, separei 18 atrativos interessantes para experimentar de dentro de casa e nem precisa do óculos.

receba dicas por e-mail

Realidade virtual: 18 atrações sem sair de casa

A Grande Barreira de Corais da Austrália está acessível no virtual
A Grande Barreira de Corais

Grande Barreira de Corais com Sir Attenborough

O naturalista britânico e narrador de documentários pioneiros sobre a vida selvagem (como “Our Planet”, “Blue Planet” e “Planet Earth” disponíveis na Netflix) está usando sua voz inconfundível (em inglês) para levá-lo em um passeio virtual pela Grande Barreira de Corais da Austrália. O maior recife do mundo é tão grande que pode ser visto do espaço e esta entre as experiências incrível já vividas e relatadas por aqui. Sir Attenborough guia por cinco zonas diferentes com um mapa para o viajante acompanhar quantos quilômetros percorreu ao longo de sua jornada interativa.

Como: acesse o site e siga as instruções.

Turistas em barco no Amazonas
Viagem ao Amazonas

Floresta Amazônica no Google Street View

O passeio, inicialmente de barco pelo Rio Mariepauá, permite explorar os caminhos da floresta e subir nas copas das árvores para obter vistas espetaculares. Ainda pode visitar aldeias indígenas e assentamentos na área. Por acaso, foram exatamente os locais por onde passei quando me hospedei em hotel de selva no Amazonas.

Como: abra os links e vá clicando na imagem escolhendo a direção a seguir. O clique aproxima, enquanto o arrastar de lado para outro muda a direção da câmera.

Roberta Martins viajando sozinha pela Grécia. Em frente ao Partenon de Atenas
Partenon de Atenas

Grécia de casa

O país visitado em 2018 e relatado por aqui está entre os destinos que começaram a oferecer sites interativos para manter suas marcas de turismo em evidência. As autoridades da Grécia, em cooperação com o Google, lançaram o site greecefromhome.com nesta semana. Os visitantes podem fazer um tour virtual por Corfu, passear por locais arqueológicos, sobrevoar as praias paradisíacas, ouvir música regional e aprender sobre a culinária grega.

Como: navegue no site e siga as instruções em inglês.

Deadvlei pode ser visitado de forma virtual muito semelhante ao presencial
Deadvlei, em Sossusvlei

Caminhe ou sobrevoe o deserto mais antigo do mundo, na Namíbia

Fiz essa jornada a pé e por carro ano passado e ainda estou escrevendo minhas impressões por aqui. As imagens interativas mostram o vivido por mim e ainda vista aéreas das dunas gigantes em 360°. O passeio também inclui o icônico Deadvlei (se o calor for 50 graus em clima seco e comer areia, visualizar essa cena com óculos VR será muito real); névoa se aproximando do mar da Costa do Esqueleto e uma cena estrelada mostrando a Via Láctea.

Como: escolha as imagens no lado direito e use as sinalizações para movimentar a cena. Este é um dos registros do Airpano, um projeto de fotógrafos russos especializados em fotografar panoramas aéreos em 360 graus de lugares excepcionais.

O mundo escondido dos parques americanos 

O conceito dos Parques Nacionais nasceu nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo inspirado nas ideias do presidente Roosevelt. Por isso, ainda são referência e aqui trago 3 experiências diferentes. 

Na primeira, os guardas florestais nos guiam por vídeos, áudios explicativos (em inglês) e cenários 360° para mudar a direção com o toque. Até o momento são 5 parques nacionais na Flórida, Utah, Novo México, Hawaii e Alaska

Como: clique no site e siga as instruções.

Já o Parque Estadual das Cataratas do Niágara aparece nesse vídeo permitindo interação 360° e uma visão de perto das Cataratas, além da famosa visita de barco Maid of the Mist, a Caverna dos Ventos e um passeio de helicóptero.

Como: siga as setas exibidas no vídeo e use os comandos para mudar a direção. 

E o Parque Nacional Yosemite exibe vistas épicas desde o topo do Diving Board ao impressionante outono em Nevada com áudio da natureza local. Inclui imagens 360° das montanhas da Sierra Nevada, na Califórnia.

Como: visite o site e clique nos pontos vermelhos para mudar o cenário.

Uluru acessível por realidade virtual
Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta

Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta guiado por aborígenes

Entre no Território do Norte da Austrália com este passeio virtual que inclui histórias e músicas de Anangu, os proprietários tradicionais da terra. E não deixe de ler as minhas experiências percorrendo a região em um tour nada convencional.

Como: acesse o site e clique nas sinalizações em branco para mudar o cenário, direcionar a trilha ou ouvir os sons.

Rua em Tokyo
Tokyo

Excursão virtual pelo Japão

A Organização Nacional de Turismo do Japão criou filmes 360° realísticos que levam a uma grande excursão pelo país. Pode navegar a olho nu ou colocar óculos especiais. Como não está em português, leia os textos da Daniella para entender melhor.

Como: baixe o aplicativo, escolha o destino e siga as instruções (em inglês ou espanhol).

A aurora boreal na Laponia

A aurora boreal é um fenômeno natural causado pelo campo magnético da Terra interagindo com partículas carregadas eletricamente pelo sol. As luzes são visíveis somente para quem está próximo ao círculo polar ártico como os países da Escandinávia. O projeto Norwegian Lights over Lapland leva os viajantes a uma viagem de cinco minutos através de uma série de vídeos em 360°. A jornada virtual começa no Icehotel, no norte da Suécia, e segue para o deserto em um trenó de renas, passando pelo Lago Torneträsk e uma floresta do ártico a caminho de uma aconchegante cabana de madeira Sami na base do Monte Noulja. Então começa uma série de vídeos em timelapse mostrando as luzes dançando no céu em faixas vibrantes e verdes.

Como: siga as setas exibidas no vídeo e use os comandos para mudar a direção. 

O cenário de Giants Causeway, na Irlanda do Norte

Giants Causeway também tem acesso virtual
Giants Causeway

A costa atlântica do Condado de Antrim é composta por mais de 40.000 colunas de basalto geométricas hexagonais. Daniella esteve por lá e conta a lenda. Mas os cientistas acreditam que as rochas foram formadas por lava escorrida ao mar entre 50 a 60 milhões de anos atrás. O National Trust criou uma série de passeios virtuais, com vistas de Aird Snout e Port Noffer em diferentes horários do dia.

Como: siga as instruções (em inglês), escolha a foto e clique para começar o tour.

Perito Moreno continua impressionante no virtual

Apesar das mudanças climáticas causarem o encolhimento de muitas geleiras da Terra, Perito Moreno permanece em crescimento como foi na minha visita em 2010 a Patagônia Argentina. Um conjunto de imagens interativas em 360° somado a excursão imersiva pelo deserto além da geleira, leva os espectadores às paisagens variadas do Parque Nacional de Los Glaciares, passando por corredeiras na cor do degelo, um arco-íris e guanacos.

Como: siga as setas exibidas no vídeo e use os comandos para mudar a direção. 

Explore as ruínas de Machu Picchu

Final da Trilha Inca pode ser virtual
Ruínas incas em Machu Picchu

O tour virtual apresenta vistas 360° das antigas ruínas incas, cercadas por paisagens tropicais peruanas, de forma imersiva acompanhado por um narrador. E não deixe de ler o meu relato de como foi chegar a pé desde Cusco. 

Como: clique no link e siga as instruções (em inglês).

Conheça a cidade de pedra dos Nabateus, na Jordânia

Foto clássica em Petra
Em frente ao Al-Khazneh, em Petra

O passeio é uma aventura audiovisual repleta de informações em uma das fachadas mais fotografadas do mundo antigo – Al-Khazneh. Então continua pelas trilhas em Petra algumas das quais já relatei por aqui, leia junto para entender os cenários, afinal o áudio está em inglês.

Como: visite o site e clique nas sinalizações em branco para navegar.

Percorra a Muralha da China

Grande Muralha da China, Jinshanling - China
Grande Muralha da China

A Grande Muralha é a atração mais famosa da China. Possui mais de 2.000 anos de história e se estende por mais de 5.000 quilômetros em várias províncias do norte do país, tornando-a uma das estruturas antigas mais impressionantes do planeta. O tour virtual do China Guide vem repleto de fatos e dicas para você anotar quando for caminhar de corpo presente. João Paulo passou por lá e contou no Foto da Semana.

Como: acesse o site, siga as setas exibidas no vídeo e use os comandos. 

As pirâmides de Chichen Itzá, no México

Veja de perto a maravilha arquitetônica dos Maias em 360° e leia o texto da Daniela para agendar uma visita ao equinócio da primavera no próximo ano. Todos os anos, em 21 de março, a pirâmide se torna uma “escada para o céu”, enquanto o sol poente cria uma sombra que parece uma cobra deslizando pela pirâmide. 

Como: siga as setas exibidas no vídeo e use os comandos para movimentar nesta página.

Kukulkán, uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno
Kukulkán, uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno

Museus, prédios, obras de arte e planetas no Google

O site Google Arts & Culture oferece visitas virtuais gratuitas a diversos pontos turísticos do nosso mundo através de Street View, fotos 360°, realidade aumentada ou exposições com conteúdos detalhados de um jeito só possível de visualizar em telas digitais. Tudo feito em parceria e curadoria das próprias instituições.

Como: visite o site ou baixe o aplicativo. Então escolha o atrativo ou obra por nome, tema, cor e até proximidade conforme a sua localização.

E se nosso planeta não é tão atraente para você agora, leve seu isolamento social para outro patamar viajando para Marte. Complete sua expedição espacial com um tour virtual pelo planeta vermelho em parceria com a Nasa.

Como: acesse o site e aperte o enter. Começa com uma introdução feita em animação que vai sendo completada por fotos e informações em inglês.

Fotos de Daniela Lima, Daniella Franco, Roberta Martins e João Paulo Biscaro

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Roberta Martins

Roberta Martins

Comunicadora, criadora de conteúdo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 14 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora.

Deixe uma resposta