Me senti no filme de Carlos Saldanha quando os guias falaram que o trekking no Glacial Perito Moreno era igual à Era Glacial. Pude caminhar sobre aquela imensidão de gelo existente há milhares de anos. Conto como foi a experiência e o que é essa geleira.

Atenção! Turistas vacinados podem entrar na Argentina.  

Leia todos os artigos sobre o país

Saiba onde nos hospedamos

Quer agendar passeios e transfer agora? Use a Get Your Guide ou saiba como funciona

Acesso rápido: O que é | O passeio | Trilha | Fotos | Dicas | Por onde começar

O impressionante Perito Moreno

O Parque Nacional de los Glaciares abriga o maior campo de gelo depois de Groenlândia e Antártica, são cerca de 50 glaciais. Conheci o único do mundo que continua se renovando como sempre fez desde o princípio. Nas partes contidas pelas montanhas cresce vinte centímetros por dia e na parte central chega a crescer dois metros por dia.

Perito Moreno visto do barco
Perito Moreno visto do barco

O seu tamanho continua o mesmo desde sempre, pois todos os dias pedaços de gelo enormes se desprendem e fazem um barulho assustador. Quando a parte central do Glacial chega na outra margem do lago surge um tipo de barragem deixando o braço sul do lago completamente fechado. O gelo acaba rompendo em função do movimento e da pressão das águas, vira uma ponte até cair por completo. A última ruptura aconteceu no início deste ano, deu para ver os pedaços de gelo caídos quase formando a ponte.

Local que formou a ponte, meses depois de ter rompido
Local que formou a ponte, meses após ter rompido
Gelo desprendendo
Gelo desprendendo
Pássaro local
Pássaro local

Perito Moreno tem 60 metros de altura e 5 quilômetros de extensão. Visitei o lado argentino, mas continua no lado chileno com outro nome. Na parte central do Glacial existem mirantes e passarelas que permitem ver o Perito de vários ângulos. Aqui é divertido ver os gelos caindo. Ficava olhando fixamente esperando, quando escutava o barulho vindo de outro lado começava a clicar imediatamente e assim eu e outros ficamos horas. Nesse tempo também apareceram pássaros diferentes fazendo pose. Queria ter ficado mais tempo aqui. 

Passarelas para chegar perto
Passarelas para chegar perto

O passeio

Paredes de gelo chegam a 60 metros de altura
Paredes de gelo chegam a 60 metros de altura

O passeio é de um dia partindo de El Calafate e costeando as margens do lago Argentino até chegar na Bahia Tranquila de onde partem os barcos. Navegamos bem perto e vimos o Perito Moreno ainda mais imponente. Chegamos num bosque e seguimos por uma pequena trilha até o lugar de acesso ao gelo. Ali colocamos os grampones (garras afiadas amarradas no sapato para não cair no gelo, um tombo ali pode causar fraturas), as luvas (para não cortar as mãos) e caminhamos em fila com paradas para fotos e apreciar o visual.

No início da caminhada
No início da caminhada

Trekking no Glacial Perito Moreno

Que experiência diferente! Cheia de sensações. Caminhar no gelo é estranho, as pisadas devem ser firmes e fortes. Nas descidas mais íngremes tinha que flexionar o joelho e colocar o corpo para trás, até eu pegar o jeito deu um certo pavor. A guia local, mandona, percebeu e perguntou se eu queria desistir, falei não que só precisava me acostumar a descer e ela insistiu que assim eu iria atrapalhar o grupo. Eu não costumo desistir e naquele momento subiu uma pequena raiva e o medo sumiu. Mas a guia fez questão de ficar o tempo todo ao meu lado.

Perito Moreno
Medo de pisar na água

Outro medo era a sensação de que iria abrir uma rachadura nos nossos pés a qualquer momento, agente escutava uns barulhos horríveis do gelo despencando sem poder ver de onde vinha o ruído (ainda não tínhamos visto nenhum gelo caindo como escrevi no post anterior). Além da água corrente passando por baixo dos nossos pés e formando lagos em buracos no gelo. O gelo absorve todas as cores refletindo apenas 7 tons de azul, a cor dá água é bem azul, lindo de ver.

Sensacional foi o final, encontramos uma mesa com alfajores, copos e uísque escocês 8 anos. O melhor foi pegar o gelo do chão ou do pico mais próximo e beber. Entre brindes e sorrisos celebramos a aventura de caminhar sobre o gelo e vencer os medos.

Quando esperávamos o barco nos buscar ficávamos olhando o glacial esperando ver o que eram aqueles barulhos até que ele caiu e fez uma onda. O barco que estava vindo teve que dar meia volta, pois poderia ter problemas com aquela onda.

Perito Moreno por Leandro Gabrieli
Brinde ao passeio

Veja mais fotos do trekking no Glacial Perito Moreno:

Tome Nota

Tem algumas opções de aventura no Glacial Perito Moreno. Fiz o minitrekking (custa caro, mas vale muito) e o Big Ice pareceu ser bem interessante e mais exigente. Nos meses mais frios não é possível fazer essa caminhada.

Ricardo Freire fez esta caminhada uns dias depois de mim e pegou um dia perfeito, olhe as fotos dele. Afinal, com sol tudo fica mais bonito.

Eu calço 34 e coloquei os grampones sem problemas, mas uma amiga tentou fazer o passeio ano passado e disseram que não tinha para o tamanho do pé dela. Insista! Garanto que tem.

+ Parques na Argentina:

Dia da Saudade

+ Isla Martino
+ Laguna Nimez

+ Parque Nacional del Iguazú
+ Parque Nacional Nahuel Huapi

+ Parque Provincial Aconcágua
+ Tierra del Fuego

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Author Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

Deixe seu recado, escreva algo