25 de março

Sábado de Natal na 25 de Março


Sempre caio na lábia da Virgínia. Nos conhecemos há quinze anos, mas não tem jeito. Ela vem com aquela conversinha doce me sugerindo programas incríveis e eu acabo acreditando. A pior roubada foi uma vez que fui parar numa loja da Lush num shopping de São Paulo e sai com um contão em sabonetes e shampoos especiais que ela adorou, claro.

Virgínia e eu
Virgínia e eu

Sábado de dezembro, próximo a Véspera de Natal, lá vem a Virgem (chamo ela assim) com a voz meiguinha dizendo que a mãe dela está na cidade, que vai ser super legal, que a irmã dela também vai, que a gente vai cedo e volta cedo e que eu vou adorar! Adorar? Como assim?

Adorar o quê? Adorar acompanhar as garotas a fazerem compras na 25 de março! Ficar andando de loja em loja, olhando por horas um monte de muambas e depois ainda ser presenteado com várias sacolas para carregar. DETESTO!

 

A querida 25 de Março
A querida 25 de Março

 

Galeria Pajé e vizinhança
Galeria Pajé e vizinhança

Sábado de Natal na 25 de Março

Não gosto, mas reconheço que a 25 de março é um sucesso. A ruazinha se transforma num formigueiro nesta época do ano e não é por menos. Ali se encontra de tudo. Desde cortinas até eletrônicos na Galeria Pajé, é só procurar que acha o que quiser. Neste dia, por exemplo, tive a oportunidade de apreciar lindos enfeites de Natal e alguns objetos curiosos, tais como langeries fosforescentes!

Curiosas langeries fluorescentes à venda
Curiosas langeries fluorescentes à venda

 

Mais curiosidades à venda
Mais curiosidades à venda

Não posso me queixar. Afinal, depois de ficar algumas horas com elas indo de loja em loja,  fazendo filas, carregando sacolas e exercitando a minha paciência, fui presenteado com um belo convite da mãe da Virgínia para almoçar no Mercado Municipal. Gosto muito, aliás, todo mundo gosta. É o programa básico de domingo do paulistano.

+ Saiba onde ver São Paulo do alto

Mercado Municipal de São Paulo

O terraço dentro do Mercado está sempre cheio e é muito gostoso. A melhor pedida é o farto sanduíche de mortadela e o chopp, que o paulistano bebe com um colarinho gigante. Acabou que o programa da Virgínia não foi tão furado assim. O trio “Mosteiro de São Bento, 25 de março e Mercado Municipal” é uma boa opção de passeio e o que vale é a companhia, não é mesmo?

Ótimos bares e restaurantes no terraço do Mercado Municipal
Ótimos bares e restaurantes no terraço do Mercado Municipal

+Saiba o que há de novo em São Paulo

Tome Nota 25 de Março

Como chegar a 25 de março: a opção mais fácil é o metrô descendo na estação São Bento. Se for comprar muita coisa e precisar carregar as sacolas, há vários estacionamentos na rua Florêncio de Abreu, que também fica nas proximidades do Mosteiro de São Bento.

Caso não conheça, aproveite para dar uma conferida, a Igreja do Mosteiro é linda com um órgão e vitrais dignos das catedrais de Paris!

Atenção para a Galeria Pajé! A meca brasileira dos eletrônicos não fica na 25 de março. É um edifício alto todo colorido numa travessa que vai para o Mercado Municipal.

Mosteiro de São Bento
Mosteiro de São Bento

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Augustin Tomas o'Brien Caceres

Criado em uma família onde se falava espanhol, português, portunhol, italiolo e algo de inglês. Sempre se interessou por outros idiomas e hoje mora nos Estados Unidos e trabalha com comércio internacional na LE Group Industries.

2 comentários

  1. Muito bem escrito o seu artigo.. ja imaginei a Virginia querida com aquele jeitinho dela e vc

    Vc faz muita falta a São Paulo!

  2. Agustin
    Achei fantastico. VC só esqueceu de dizer que o cicerone é tambem um exelente motorista , conhecedor da Sao Paulo ,alem de muito educado , pois em momento algum demonstrou que o ” Programa Legal” não era era assim tão legal. Valeu

Deixe uma resposta