mala é extraviada

E quando a mala é extraviada? Saiba o que fazer


Eu nunca perdi minha bagagem em viagens aéreas, mas a todo momento escuto novas histórias e percebo como o número de ocorrências vem aumentando a cada ano. Já aconteceu com a minha família e alguns amigos. Atordoados sem saber o que fazer, eles logo me chamam e eu pergunto pelo seguro viagem, quem fez pode acionar a seguradora para agilizar a busca, quem não fez perde mais tempo e tem prejuízo maior. A seguir conto como resolvi a primeira vez, o que descobri e deixo as dicas de como proceder quando mala é extraviada.

Mala é extraviada! Aconteceu com a minha família

Era um final de ano quando aconteceu com minha mãe e avó. Elas saíram de Porto Alegre (RS) e chegaram a Boa Vista (RR) com as duas malas extraviadas.

Foi um transtorno, elas foram viajar por um mês, tinham festas e compromissos marcados e ficaram 11 dias sem roupas e objetos pessoais. Além dos gastos extras, a maior reclamação delas foi a dificuldade em obter informações. À distância eu ajudei, tentamos o SAC, o balcão de atendimento no aeroporto, contato pelo Twitter, mas só diziam que teríamos uma resposta em até 30 dias e não faziam a menor ideia do paradeiro das bagagens. Quando ligamos para o Fale com o Presidente da Latam (Tam na época) o atendimento melhorou e foram eles que deram o primeiro retorno sobre a localização das malas.

o que fazer quando a mala é extraviada

Pesquisei sobre o assunto e abaixo escrevo o que descobri. Saiba como proceder se a sua bagagem também não estiver na esteira quando chegar ao destino.

O que fazer antes de embarcar

  • Tire foto dos volumes despachados.
  • Não jogue fora o comprovante de despacho de bagagem até pegar ela de volta.
  • O passageiro tem a opção de declarar o que está levando, mediante o pagamento de taxa estipulada pela companhia. Neste caso, a empresa pode verificar o conteúdo da bagagem. Joias, papéis negociáveis e dinheiro não são aceitos na declaração.
receba dicas por e-mail

O que fazer quando a mala é extraviada

  • Procure imediatamente a empresa aérea responsável, ainda na sala de desembarque, e preencha o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB) ou o PIR para voos internacionais. Esses documentos equivalem a um Boletim de Ocorrência. Para os que tem seguro de viagem, é bom ligar para a seguradora contratada. Eles têm assistência para esses casos.
  • A empresa é obrigada a preencher o RIB ou PIR. Caso contrário, o consumidor deve dar queixa na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e fazer um Boletim de Ocorrência com o nome do passageiro, número do voo e tipo de mala.
  • Se houver alguma dúvida, o passageiro também pode procurar o Departamento de Aviação Civil (DAC), órgão oficial que atende as reclamações sobre bagagens nos aeroportos.
  • Em algumas companhias aéreas, o viajante pode solicitar um valor por mala extraviada para as despesas urgentes. R$ 50,00 foi o valor que minha mãe recebeu da Tam, mas somente após preencher o RIB e perguntar sobre essas despesas.
  • A empresa aérea tem 30 dias para localizar a bagagem. Após esse período, o passageiro deve ser indenizado. A indenização foi estabelecida pela Convenção de Varsóvia. Esta fixou o ressarcimento máximo em U$ 400,00, nos casos de voos internacionais. Nos voos domésticos é feita de acordo com o Código Brasileiro de Aeronáutica.
  • A legislação brasileira tem aplicado o Código de Defesa do Consumidor e a Constituição, além da Convenção de Varsóvia. Mas depende de cada caso e do desgaste que o consumidor teve.
  • Se houver apenas avaria, o viajante deverá procurar a empresa aérea no ato de desembarque para relatar o fato.
  • Quem contratou seguro de viagem tem direito a receber uma indenização complementar paga pela seguradora. O valor é de acordo com a cobertura contratada. É pago somente depois da comprovação de que a mala não foi encontrada.

Tome Nota Seguro viagem

A minha dica é, sempre que possível, não despache a bagagem ou leve consigo o que for mais valioso.

Contratar a Next Seguro Viagem é uma opção para ter assistência e receber um valor extra, além de ajuda no processo de recuperação da bagagem. Principalmente em viagens internacionais onde os gastos imprevistos podem extrapolar o orçamento. Clique no link vermelho para saber como comprar e use o cupom de desconto oferecido aos leitores TERRDESC.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

INICIAL » + » PLANEJAMENTO » E quando a mala é extraviada? Saiba o que fazer
Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 14 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

6 comentários

  1. Falta muita informação seria legal um contato com as empresas antes de publicar algo assim

  2. Já aconteceu comigo também e sabe o quê?

    Posso dizer que é roubo mesmo em conexões nacionais!

    Uma verdadeira quadrilha opera em aeroportos brasileiros!

    Claro que com uma indenização que muitas vezes nem chega perto do valor do que carregavámos, facilita e favorece a ladroagem!

    ONE

  3. OI Emerson, o site tem fonte cinza no fundo branco e foi testado em vários browsers. Vou verificar o que aconteceu, mas podes me dizer que programa usou para abrir o site e se foi cel, pc, mac…?

    Obrigada por dar este retorno.

  4. isso já aconteceu comigo tambem, fui no Japão visitar minha mãe e minha mala tinha parado lá na França…fiquei uma semana sem minhas roupas i.i.

  5. Cara o texto parece interessante, mas não deu para ler dois paragrafos e embaralhou tudo…. Fonte cinza contra fundo preto, com as brancas aqui do lado não foi uma escolha mto feliz.

    Sucesso ai.

  6. Opa tudo bem
    Achei muito legal seu blog
    seria muito bom ter seus post em nosso agregador , e ser nosso parceiro

Deixe uma resposta