Sabe aqueles lugares pra ficar dias tirando fotos sem pressa, intercalando com cultura, gastronomia e história? Em Tiradentes o olhar atento aos detalhes não vê o tempo passar enquanto absorve a história do Brasil pelas ruas de pedra; as emoções afloram ao ouvir uma orquestra filarmônica no altar da igreja matriz; o paladar delira com a sofisticação e simplicidade da culinária local e o pensamento voa longe nos trilhos centenários que levam à vizinha São João Del Rey.

Atualizado em agosto de 2019

O texto continua após os serviços recomendados no destino

Veja todos os artigos sobre Minas Gerais

AGILIZE SUA VIAGEM
Ganhe tempo e independência viajando de carro. Alugue na Rent Cars

Encontre + de 3.400 hotéis em Minas Gerais

Rua Direita, em Tiradentes
Rua Direita
quero dicas do Brasil

Dona do centro histórico mais bem preservado do período colonial, foi fundada em 1702, por bandeirantes paulistas, e só levou o nome Tiradentes a partir da proclamação da República. Uma forma de homenagear o herói. Com o fim das reservas de ouro, ficou anos esquecida e assim manteve o patrimônio arquitetônico quase intacto. Foi uma das últimas cidades históricas da região a ser redescoberta para o turismo, portanto, parada obrigatória dos Blogueiros na Estrada Real.

Tiradentes

Viemos de Ouro Preto, pelo Caminho Velho, e fizemos o seguinte roteiro a pé para ter as primeiras impressões:

Igreja Nossa Senhora das Mercês, em Tiradentes
Igreja Nossa Senhora das Mercês
A menina de cerâmica em frente a loja de artesanato era parecida com a menina que me abordou
A menina de cerâmica em frente a loja de artesanato era parecida com a menina que me abordou

Descemos na frente da igreja Nossa Senhora Das Mercês rumo ao centro histórico. No caminho uma menininha perguntou se eu usava peruca e até puxou o meu cabelo para ter certeza, na verdade ela queria interagir e tirar fotos com a minha câmera como eu estava fazendo. Brincamos um pouco e este momento foi as boas vindas mostrando a simpatia dos locais.

Primeiro contato com os locais
Primeiro contato com os locais

Continuamos pelo Largo Das Forras, onde estranhei as charretes com adesivos da Hello Kit e Homem Aranha!? Passamos pela Rua Direita pisando no chão de pedra, dobramos na Rua Do Chafariz, vi a Capela Passos Da Paixão e subimos até alcançar a igreja Matriz de Santo Antônio. Localizada na parte alta, tem no horizonte as montanhas e abaixo a cidade, tudo estava ainda mais bonito com a luz do final da tarde.

Capela Passos da Paixão
Capela Passos da Paixão

Mas não me agradei de ver carros circulando e estacionados na frente das casas estragando meus cliques. Tive vontade de xingar o condutor da charrete Hello Kit cor de rosa quando parou bem na minha frente na hora da foto da igreja! A caminhada só não foi perfeita por causa das malditas charretes, então, mesmo se os filhos insistirem em andar, eu peço – não apoie este tipo de transporte que acaba com o charme da cidade. O problema não são as charretes, mas os enfeites delas.

Carros não deveriam circular no centro histórico de Tiradentes
Carros não deveriam circular no centro histórico

Orquestra na Igreja Matriz

A noite teve uma surpresa especial, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais junto com o Coral da UFMG se apresentaram na bela Matriz de Santo Antônio. Em estilo barroco com fachada de Aleijadinho, é uma das igrejas brasileiras com maior quantidade de ouro utilizada na decoração. Imagina sentir toda essa beleza ao som de Bach, Purcell e o brasileiro Joaquim de Paula Sousa. Confesso mínimo conhecimento em música erudita. Apesar de apreciadora, apenas Bach era conhecido. Então achei bastante simpático o regente introduzindo instrumentos e informações aos expectadores novatos neste tipo de arte. Infelizmente, o padre não permitiu fotos.

Igreja Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes
Igreja Matriz de Santo Antônio

Maria Fumaça

E para encerrar nossa curta passagem por Tiradentes fomos andar de trem no domingo pela manhã. Pegamos a Maria Fumaça e curtimos a viagem na locomotiva centenária, considerada a mais antiga do mundo em funcionamento ininterrupto. Ao total foram duas noites em Tiradentes, sendo um dia e meio passeando nas cidades vizinhas Carrancas e Bichinho, além dos minutos em São João Del Rey antes de pegar o trem.

Onde comer em Tiradentes

Prato principal com o melhor tropeiro da viagem
Prato principal com o melhor tropeiro da viagem

Santíssima Gula
Gastronomia sofisticada em ambiente requintado e acolhedor. A chef Nancy Souza nos recebe com muita simpatia e oferece variadas entradas, todas deliciosas.

Empório Santo Antônio
Um pouco mais simples, oferece pratos típicos mineiros da entrada a sobremesa. Foi onde comi o melhor feijão tropeiro e costela da viagem.

O brinde dos blogueiros no Empório Santo Antônio
O brinde dos blogueiros no Empório Santo Antônio
Entradas deliciosas
Entradas no Santíssima Gula

Tome Nota Tiradentes

Eventos Culturais acontecem em determinadas épocas do ano, é bom verificar a agenda local para programar a viagem e quem sabe pegar uma apresentação clássica como tive a oportunidade de ver. Em janeiro acontece o Festival de Cinema e em agosto o Festival Gastronômico.

Na Maria Fumaça sente do lado direito para um visual mais interessante, no esquerdo as fazendas predominam.

Arredores: Quem gosta de arte e artesanato deve visitar Bichinho, os amantes da aventura vão gostar de Carrancas e para continuar na onda histórica, reserve um tempo em São João del Rey.

Hospedagem em TiradentesPequena Tiradentes é uma graça de pousada. Os quartos são as casas coloniais, em menor proporção, formando uma cidade miniatura. Tem piscina coberta, sauna, loja de decoração e muita criatividade. Tudo exibe uma etiqueta e está a venda, do travesseiro ao aparador, por isso, nenhum quarto é igual e está sempre renovado.

RESERVE AQUI 

Pousada Pequena Tiradentes
Pequena Tiradentes

Veja mais fotos de Tiradentes:

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » BRASIL » MINAS GERAIS » TIRADENTES » Na terra de Tiradentes
quero dicas do Brasil
na estrada real

O projeto Blogueiros na Estrada Real foi patrocinado pelo Instituto Estrada Real e teve apoio da Bancobrás. Com a presença dos blogs Dentro de Mochilão, Pé na Estrada, Segredos de Viagem, Territórios, Trilhas e Aventuras, Viajando com Eles e Viagens Cinematográficas.

Author Roberta Martins

Comunicadora, criadora de conteúdo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 14 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora.

1 Comentário

Deixe seu recado, escreva algo