As cachoeiras de Bonito


Entre as inúmeras atrações de Bonito, as cachoeiras merecem atenção especial. Escondidas no meio da mata se desmancham em piscinas naturais repletas de peixes coloridos. A água cristalina segue o seu curso contornando pedras e abrindo caminhos até a próxima queda. Não conheci todas, mas já tenho a minha preferida.

Read in English

O texto continua após os serviços recomendados no destino.

Leia todos os artigos sobre o Mato Grosso do Sul

Alugue carro 

Pesquise passagens

Banho entre os peixes nas cachoeiras de Bonito
Banho entre os peixes
quero dicas do Brasil
Piraputangas nas cachoeiras de Bonito
Piraputangas

Cachoeiras do Rio do Peixe

O complexo é uma fazenda típica com trilhas de menos de 5 km passando pela mata e algumas cachoeiras. O trajeto é fácil por estrutura de madeira e corrimão, sempre com um guia explicando a vegetação local e curiosidades. Tem paradas para banho, salto num poço transparente, mergulho entre peixes ornamentais, tirolesa e até massagem relaxante deitando nas pedras com a água vindo por cima.

Pular é obrigatório para cair no poço
Pular é obrigatório para cair no poço
Doces caseiros divinos
Doces caseiros divinos

Depois de tantos banhos, vem aquela fome e foi um prazer enorme encontrar um buffet farto com comidas regionais. Agora, os doces caseiros me fizeram delirar. Tive que provar um de cada e não sei dizer um melhor, vários estavam divinos.

Macaco com o filhote
Macaco com o filhote

Moacir, proprietário da fazenda, atende no bar e faz um show logo após o almoço. Ele pede para os visitantes formarem uma fila e entrega uma banana para cada um. Não demorou muito para os troncos das árvores se mexerem e começar a surgir macacos prego por todos os lados. Eles se aproximavam aos poucos, agitados, mas receosos. Então Moacir pediu que esperássemos até o macho chefe aparecer e aceitar a banana dele, só depois poderíamos oferecer aos outros. Caso contrário o chefe brigaria com todos os que tentassem pegar sem o consentimento dele. Alguns esganados mal conseguiam carregar todas as bananas, não sabiam se comiam ou pegavam mais. Muitos carregavam filhotes nas costas e fizeram o maior sucesso, as mães pegavam a banana, descascavam e entregavam para eles. A ocasião fez a alegria não só da criançada, como de todos ali.

Três cores de araras
Três cores de araras
Deitar na pedra é uma super massagem
Deitar na pedra é uma super massagem

E o show continuou embaixo de uma figueira, Moacir chamou e as araras vieram. Eram quatro, uma vermelha, uma azul, uma azul com amarelo e uma mesclada em tons de laranja que eu nunca tinha visto. Elas posam nele, que as alimenta e vai colocando no ombro de cada visitante para fazer a foto clássica. Eu adorei a minha.

O meu descanso foi dentro d’água, os outros momentos foram caminhando ou tirando fotos. Mas quem prefere tirar uma soneca entre os passeios, tem uma área com 70 redes de couro armadas na sombra.

Outras cachoeiras

Também conheci o Parque das Cachoeiras e a Boca da Onça, a maior cachoeira do estado. Mas não aconselho a visita se tiver chovido mais de 50 milímetros nos dias anteriores. A famosa água límpida fica turva e se transforma em barro. As que possuem mata ciliar ampla alteram menos, mas a paisagem fica diferente e o passeio pode ser frustrante. Vale a caminhada pela mata, mas não vale o banho.

Caminho entre as cachoeiras
Caminho entre as cachoeiras
Cachoeira Boca da Onça
Cachoeira Boca da Onça
Cachoeira seca virou caverna
Cachoeira seca virou caverna

Tome Nota Cachoeiras de Bonito

As cachoeiras são afastadas de Bonito e não tem transporte público. São quatro opções para chegar lá: de bicicleta, de van, ter alugado um carro em Campo Grande ou contratar um carro com motorista. Ficamos com a última opção e Rosa (67 96699494), nossa motorista, foi uma excelente companheira em vários passeios.

Distâncias de Bonito:

Parque das Cachoeiras – 18 km
Cachoeiras do Rio do Peixe – 36 km
Boca da Onça – 59 km

As atrações devem ser agendados previamente com as agências de turismo local. Se chover muito, cancele o passeio na véspera. Aconteceu com meus amigos e eles receberam o dinheiro de volta, consulte a política de cancelamento para verificar cada caso.

Não esqueça do repelente! 

O texto das Cachoeiras de Bonito utiliza fotos de Leandro Gabrieli e Roberta Martins.

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Para quem chegou até aqui, agradecemos por valorizar o nosso conteúdo. Diferente das grandes corporações de mídia, Territórios é independente e se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e ouvintes. Você pode apoiar o nosso trabalho de diversas formas como:

1. Aproveitar os benefícios do financiamento coletivo

2. Levar nossos guias de viagem no celular

3. Contratar produtos e serviços recomendados através dos links nos artigos. Exemplos e como fazer: alugar veículos, reservar hospedagem e excursões, comprar seguro, chip internacional e moeda estrangeira, entre outros. A venda nos gera uma comissão sem aumentar o valor final, inclusive, repassamos os descontos para você.

A informação foi útil? Talvez queira apoiar e fazer parte da comunidade Territórios!

Compartilhe ideias e converse com outros leitores no grupo no Facebook ou acompanhe no Spotify e grupo de avisos do Whats App.

Você está em INICIAL » BRASIL » MATO GROSSO DO SUL » BONITO » As cachoeiras de Bonito
quero dicas do Brasil
Roberta Martins

Comunicadora, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 15 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e aventura. Saiba mais na página da autora. Encontre no Instagram

Deixe seu recado, escreva algo