Inspirada em Sebastião Salgado

De onde vem a inspiração fotográfica


A vontade de clicar lugares desconhecidos e de natureza espetacular veio de uma palestra do Sebastião Salgado. Assistida lá no ano 2000 em Porto Alegre. Na época eu tinha acabado de comprar minha primeira câmera profissional (analógica), frequentava aulas de fotografia na universidade e nem imaginava ter um blog de viagens.

O tema da apresentação era a exposição Êxodos. Uma série de ampliações em preto-e-branco, internacionalmente conhecidas, reunia retratos de pessoas fotografadas durante seis anos por mais de 45 países. Ao congelar momentos, Sebastião Salgado buscava registrar o processo de reorganização populacional pelo qual passava grande parte da humanidade no final do século passado.

O jeito como ele contava os detalhes de cada fotografia, pessoa ou lugar e como ele se sentia absorvendo tudo aquilo emocionou a mim e todos os presentes. Foi como abrir o cérebro e jogar um turbilhão de ideias, motivações e possibilidades unindo minhas duas paixões: fotografia e viagens. Eu ainda não havia estado em nenhum dos destinos exibidos e quase nada sabia sobre aquelas culturas. E naquele instante tive a certeza que o famoso fotografo influenciaria meus cliques pra sempre.

Topo do Monte Roraima, Venezuela
Topo do Monte Roraima, Venezuela

Quatorze anos depois, Sebastião volta a Porto Alegre com a exposição Genesis. Agora com menos pessoas e mais natureza intocada, mas com a mesma missão: capturar imagens que tenham o poder de chamar a atenção para os excluídos.

Focando no tema preservação do planeta, o fotografo passou por lugares desconhecidos da maioria para trazer cerca de 250 imagens espetaculares. Foram oito anos registrando 32 regiões inóspitas. Lugares onde a natureza ainda parece predominar e o homem é apenas um detalhe no contexto.

Glacial Perito Moreno, Patagonia Argentina
Glacial Perito Moreno, Patagonia Argentina

Desta vez não consegui ouvir as palavras do mestre, mas me emocionei da mesma forma apreciando a sua obra. Agora com um toque de realização por já ter estado em alguns dos lugares exibidos e conseguir compreender certas imagens ou até me visualizar no mesmo lugar. Por também ter experimentado algumas das sensações que ele deve ter passado.

Floresta Amazônica, Brasil
Floresta Amazônica, Brasil

Foi uma sensação tão boa que vim escrevendo este texto na minha cabeça enquanto voltava a pé para outro lado da cidade. Então selecionei fotos minhas, dos mesmos lugares exibidos na exposição Genesis, transformei em preto e branco e ilustrei este texto. Tudo para mostrar a influência que o ilustre fotógrafo exerce na minha formação.

Torres del Paine, Patagonia Chilena
Torres del Paine, Patagonia Chilena

Um dos maiores prazeres que tenho quando viajo é alcançar e fotografar esses lugares isolados. Não importa o esforço e adversidades encontradas, afinal, quanto mais difícil é o caminho mais belo e surpreendente é o objetivo.

Garça no Pantanal, Brasil
Garça no Pantanal, Brasil

Genesis Sebastião Salgado

O livro
O livro

Radicado na França, o brasileiro Sebastião Salgado trabalha com temáticas sociais em fotografias preto e branco.

GENESIS é uma síntese de 39 ensaios-reportagens realizados, entre 2004 e 2012, em mais de 30 países distribuídos por África, Ásia, Américas, Oceania e Antártica. Foram expedições utilizando helicópteros, balões, canoas e pés para chegar a lugares remotos e povos isolados. Conheça o projeto Genesis e faça um tour virtual no site.

A mostra tem entrada franca na Usina do Gasômetro (Porto Alegre/RS) até 12 de maio.

Leia nossos relatos sobre alguns desses lugares inóspitos visitados por Sebastião Salgado: Amazonas, Grand Canyon, Los Glaciares, Monte RoraimaPerito MorenoTorres del Paine

O Quênia não aparece na exposição. Como os países vizinhos que compartilham o mesmo ecosistema marcam presença em Genesis, as fotos abaixo ilustram este texto.

Leopardo no Maasai Mara
Leopardo no Maasai Mara
Jovem da tribo Maasai
Jovem da tribo Maasai

 

Contador de Rinocerontes em Lewa, Quênia
Contador de Rinocerontes em Lewa, Quênia

© Todos os direitos reservados. Fotos e relato 100% originais.

Roberta Martins

Roberta Martins

Publicitária, geradora de conteúdo sobre turismo, idealizadora deste site, fotógrafa e guia de turismo. Há 14 anos relata suas experiências de viagem focando em cultura e ecoturismo. Saiba mais na página da autora.

4 comentários

      1. Vi sua foto e seu post no Fotos pelo Mundo e resolvi dar uma olhada eu teu Blog, eu tive uma foto minha escolhida como Capa do Álbum Pelo Mundo. Vulcão Thungurhaua. Agora você me inspirou em fazer uma fotos em preto e branco. Valeu mesmo.

        1. Que legal Luiz Fernando! Faça e depois me mostre, eu adoro preto e branco.
          Temos espaço para o leitor no Foto da Semana se quiser participar : )

Deixe uma resposta